Variedades

Antologia inédita reúne 48 contistas do Paraná

Publicado

em

CURITIBA – A presença de grandes contistas sempre foi marcante na literatura paranaense. A publicação da antologia 48 Contos Paranaenses, editada pela Biblioteca Pública do Paraná, por meio do Núcleo de Edições da Secretaria de Estado da Cultura (Seec), traz ao leitor um painel do que foi produzido no gênero desde a emancipação do Estado, em 1853. Os livros têm tiragem de mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente para todas as bibliotecas públicas do Paraná.

Organizado pelo escritor Luiz Ruffato, leitor atento ao que acontece no Brasil, o livro mostra a força do conto local ao selecionar prosadores cuja característica em comum mais evidente é a pluralidade de vozes. Dos autores do fim do século XIX aos escritores do presente, uma gama imensa de temas e estilos se apresenta.

Da prosa mais afeita a experimentações, com ênfase na linguagem — uma das marcas da literatura no Paraná —, até histórias cuja maior preocupação é arrebatar o leitor a partir de um enredo instigante, de estruturas mais tradicionais, 48 contos paranaenses é um mosaico amplo que reúne quase três séculos de escrita literária no Estado.

“A coletânea comprova a força e a importância da produção literária paranaense no cenário nacional. Sua principal marca é a riqueza e a pluralidade de vozes e estilos literários, resgatando autores esquecidos e apresentando novos contistas paranaenses”, diz Rogério Pereira, diretor da Biblioteca Pública da Paraná.

Ao longo do livro, o leitor poderá contrastar o estilo e as preocupações estéticas de diversas escolas e movimentos literários. De pioneiros como Andrade Muricy, Jayme Balão Junior e Nestor Victor aos nomes que repercutiram nacionalmente nas últimas décadas, como Dalton Trevisan, Wilson Bueno e Manoel Carlos Karam, entre muitos outros — inclusive autores da novíssima geração.

O organizador da antologia, Luiz Ruffato, lembra que o Paraná é hoje, ao lado de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul “um dos mais importantes polos de produção da literatura brasileira”.

“Para além de oferecermos, neste livro, um conjunto de contos que têm em comum o fato de os autores terem nascido no Paraná ou para o Paraná terem migrado, colocamos à disposição, na verdade, uma gama de escritores, que, cada um à sua maneira, ajudam a construir o imaginário brasileiro dos últimos cento e poucos anos. Cabe ao leitor escolher, entre tantos, aqueles que melhor dialogam com suas próprias experiências”, diz.

48 CONTISTAS PARANAENSES – Aluísio Ferreira de Abreu, Andrade Muricy, Antonio Cescato, Assionara Souza, Carlos Machado, Caetano Galindo, Cezar Tridapalli, Cristovão Tezza, Dalton Trevisan, David Gonçalves, Ernani Buchmann, Fábio Campana, Guido Viaro, Jayme Balão Junior, Jair Ferreira dos Santos, José Cruz Medeiros, José Marins, Júlio Damásio, Júlio Perneta, Luci Collin, Lucio Ferreira, Luiz Andrioli, Luís Henrique Pellanda, Luiz Felipe Leprevost, Manoel Carlos Karam, Marcio Renato dos Santos, Mário Araújo, Marco Cremasco, Miguel Sanches Neto, Nestor Victor, Nilson Monteiro, Newton Sampaio, Oscar Nakassato, Otávio Duarte, Otto Leopoldo Wink, Paulo Sandrini, Paulo Venturelli, Regina Benitez, Reinoldo Atem, Renato Bittencourt Gomes, Roberto Gomes, Roberto Muggiati, Rocha Pombo, Sérgio Rubens Sossélla, Susan Blum, Thiago Tizzot, Wilson Bueno, Wilson Rio Apa.

Serviço: Livro: 48 contos paranaenses.

Organização e prefácio: Luiz Ruffato

390 páginas

Selo Biblioteca Paraná

Uma publicação da Biblioteca Pública do Paraná, distribuída gratuitamente para bibliotecas públicas de todo o Estado (os livros não serão vendidos)

Mais informações: (41) 3221-4917

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Exposição de artistas plásticos campinenses

Publicado

em

A Prefeitura de Campina Grande do Sul, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Família e Cultura, está realizando a Exposição dos Artistas Plásticos de Campina Grande do Sul.

Estão participando da exposição os artistas campinenses Adelmo Ferrarini, Carlos Meissner, Darimar Antunes, Janete Assunção, João Carlos Moreira, Paulo César Teixeira, Rony Zotto Cartaxo, Ubiratan João Hathy e Vera Coelho. Também estão sendo expostos os quadros do artista Irajá de Jesus Hathy (in memorian). São mais de quarenta telas e diversos obras em porcelana.

O Departamento de Cultura abriu o convite aos artistas campinenses a participarem da exposição. O convite ficou disponível no site da Prefeitura durante agosto e setembro.

O evento de lançamento aconteceu na noite do dia 10/10 (quinta-feira) no Departamento de Cultura, na Sede do município.

Estiveram presentes durante o evento de lançamento o prefeito Bihl Zanetti, Fabiana Magrin Zanetti – secretária municipal de Desenvolvimento Social, Família e Cultura, José Teixeira – Diretor de Cultura, artistas plásticos participantes da exposição, secretários municipais, vereadores e comunidade em geral.

Fabiana Zanetti é responsável pela secretaria que trouxe a exposição ao público campinense. “São obras maravilhosas. Nossa intenção é divulgar e valorizar o belo trabalho dos artistas campinenses”, disse Fabiana. A secretária municipal ainda confirmou que a Prefeitura planeja levar a exposição para outras localidades do município.

O prefeito Bihl Zanetti compareceu ao evento. “A cultura tem grande importância para a nossa gestão. A Prefeitura já oferece diversas atividades culturais, principalmente para as nossas crianças com as oficinas de arte no contra turno escolar”, ressaltou Bihl. Bihl Zanetti visitou a exposição e conferiu de perto as obras expostas. “O campinense tem muito talento e comprovamos pela grande qualidade demonstrada pelas artes selecionadas para a exposição. É gratificante poder apoiar na divulgação dos trabalhos artísticos do nosso povo”, finalizou Bihl.

Serviço

 A exposição está aberta a visitação até o dia 08/11, de segunda a sexta-feira, das 8:30 às 12:00 e 13:30 às 17:30, no Departamento de Cultura, na Avenida São João, 681, na Sede.

(Foto e fonte/ SCPMCGS)

 

Continuar Lendo

Agenda de Eventos

Festa Junina: Arraiá no Parque das Águas acontecerá neste domingo (30), em Piraquara

Publicado

em

Apresentações, comidas típicas, quadrilhas juninas e muita música para ninguém ficar parado são alguns dos itens que animarão o primeiro Arraiá no Parque. A Festa Junina promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, será realizada no dia 30 de junho, domingo, no Parque das Águas Jacob Simião.

O objetivo é comemorar a cultura popular brasileira, além de proporcionar muita alegria e diversão aos participantes. Para animar ainda mais o “festerê”, as apresentações musicais serão realizadas por artistas locais e as quadrilhas por alunos das escolas da rede pública de ensino.

O evento que terá início às 15h é gratuito e ideal para toda a família. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, também está envolvida nos preparativos da festa, proporcionando que feirantes locais comercializem comidas típicas em suas barraquinhas, criando um Espaço Gastronômico em frente ao Parque. Em caso de chuva intensa o evento será cancelado.

Continuar Lendo

Agenda de Eventos

Tragicomédia Musical – Mariana Santos apresenta espetáculo “Só de Amor” neste domingo (2) no Teatro Fernanda Montenegro em Curitiba

Publicado

em

Fora do teatro desde 2015, quando esteve em cartaz com A Comédia das Maldades, comandada por Victor Garcia Peralta, Mariana Santos escolheu 2019 para marcar sua volta aos palcos. Entre 2012 e 2015, a atriz participou do sucesso Atreva-se, peça dirigida por Jô Soares e que ficou mais de três anos em cartaz. Integrante atualmente da novela Malhação, ela também fez parte do programa Amor & Sexo, do elenco da novela Pega Pega e da série Os Infratores.

A atriz encara agora no teatro o solo Só de Amor, primeiro texto de sua autoria com direção de Rodrigo Velloni, seu marido e produtor da peça. Na tragicomédia musical, ela vive uma cantora que embala o público em meio a uma crise de pânico durante o show. Números de plateia, cenas cômicas, improvisos e música também fazem parte da montagem. A novidade terá uma apresentação em Curitiba, no Teatro Fernanda Montenegro, dia 02 de junho. Os ingressos já estão à venda em  www.diskingressos.com.br, na Bilheteria do Teatro e nos quiosques diskingressos dos Shoppings Palladium, Estação e Mueller com preços de R$ 40 a R$ 80.

Mariana conta que procurou alguns textos e recebeu convites para fazer outros espetáculos, mas não se identificou com nenhum deles e sentiu uma real necessidade de fazer algum trabalho autoral: “Já escrevi algumas esquetes, mas a ideia de escrever um solo pra mim que tivesse a ver com meu momento atual, com o que eu gostaria de comunicar com o publico, já vem de alguns anos. Tinha a necessidade de colocar em palavras o que eu queria expressar nesse momento artístico da minha vida”, afirma Mariana. “Quero falar de sentimentos comuns a várias pessoas, como medo, solidão, amor. O público se identifica, pois todos já tiveram suas fases de pânico, amores, necessidade de ser aceito em algum estagio da vida, necessidade de ser amado, relação com os pais, relações da infância que a gente carrega por toda a vida. Trato com humor, leveza e com um pouquinho de dor também aquelas questões que ficaram mal resolvidas na infância”, completa.

 

Ficha Técnica:

Texto e atuação: Mariana Santos – Direção Musical e Arranjos: Fernanda Maia – Cenário: Chris Aizner e Nilton Aizner – Figurino: Fabio Namatame – Iluminação: Domingos Quintiliano – Co-Direção e Trilha Original: André Grynwask – Direção e Produção: Rodrigo Velloni – Supervisão de Movimento: Erica Rodrigues – Designer Gráfico: Ricardo Cammarota – Fotos: Priscila Prade – Assistente de produção: Swan Prado e Adriana Souza – Administração Financeira: Vanessa Velloni – Realização: Velloni Produções Artísticas – Produção local: Little John Entretenimento

SERVIÇO:

SÓ DE AMOR

Com Mariana Santos

Dia 02 de Junho

Domingo às 19h

Teatro Fernanda Montenegro – Shopping Novo Batel – Alameda Dom Pedro II, 255 – Batel

Telefone: (41) 32244986

Duração: 60 minutos

Classificação etária: 14 anos

Gênero: Tragicomédia musical

Vendas: – Online: www.diskingressos.com.br – Bilheteria do Teatro Fernanda Montenegro

– Quiosques DiskIngressos (Shoppings Palladium, Estação e Muller)

Ingressos: Plateia: R$ 80,00

Descontos: 50% para associados do Clube Diskingressos e Uningressos – 50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência, doadores de sangue – 50% para idosos – 50% para professores – 50% para clientes e funcionários da Porto Seguro

Mais informações: (.41) 32244986

Fotos: Priscila Prade.

 

Continuar Lendo

Tendência