Home / Saúde / Saúde reforça convite para o Dia D da vacinação contra a gripe
Saúde reforça convite para o Dia D da vacinação contra a gripe

Saúde reforça convite para o Dia D da vacinação contra a gripe

O secretário da Saúde do Paraná, Antônio Carlos Nardi, reforça o convite à população para o Dia D da campanha de vacinação contra a gripe, que acontece neste sábado (12), em todo o Paraná. “A vacina é um ato de responsabilidade do poder público e da sociedade”, afirmou o secretário.

Ele acompanhou nesta quinta-feira (10) a vacinação em um grupo de idosos em Londrina (Norte). Mais de 100 idosos foram imunizados durante a ação realizada no Asilo São Vicente de Paula. Nardi também acompanhou a vacinação em Paranavaí e Marialva, na região Noroeste e participará do Dia D em Maringá.

“A gripe é uma doença que mata e com a vacina contra a Influenza, desde que foi instituída, foi possível diminuir os óbitos e casos de internação devido a complicações respiratórias. A sociedade deve entender a importância da vacinação e não esperar até o último momento para procurar as unidades”, reforçou o secretário.

PÚBLICO ALVO – A realização do Dia ‘D’ é uma estratégia para ampliar o acesso do público-alvo à campanha. Durante todo o sábado os municípios abrem as unidades de saúde exclusivamente para vacinar contra a gripe, além de viabilizar postos volantes. Cada cidade define o número de pontos de vacinação e horário de atendimento.

Tem direito à vacina pelo sistema público de saúde as pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 4 anos de idade, gestantes, mulheres em até 45 dias depois do parto (puérperas), profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores das instituições públicas e privadas.

CRIANÇAS – Até esta sexta-feira (11), cerca de 1,4 milhão de pessoas já haviam sido vacinadas contra a gripe no Paraná. As regiões com maior número de vacinados são Pato Branco e Francisco Beltrão, que já alcançaram mais de 60% do público-alvo. Por outro lado, a região do Litoral só vacinou 35% dos que têm direito à vacina pelo sistema público.

Até o momento, as crianças têm a menor cobertura vacinal. Apenas 28 % do público entre 6 meses e 4 anos completos receberam a dose para prevenir a gripe. “Chamamos a atenção dos pais e responsáveis para a necessidade de vacinar antes que as temperaturas caiam mais ainda. A vacina leva pelo menos 10 dias para fazer o efeito de proteção contra os vírus mais circulantes”, destaca a superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini.

As melhores coberturas até o momento são indígenas (82%), puérperas (60%) e idosos (59%). A campanha de vacinação contra a gripe segue até o dia 1º de junho. (Foto:Venilton Küchler)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Vá para o topo