Esportes

Chegada da Corrida das Nascentes será no Bosque São Cristóvão

Publicado

em

O percurso inclui oito municípios além de Curitiba: Piraquara (onde será a largada), Quatro Barras, Pinhais, Campina Grande do Sul, Bocaiúva do Sul, Colombo, Almirante Tamandaré, Campo Magro.

Marcada para este domingo (2/9), a 14ª edição da Corrida de Revezamento das Nascentes do Iguaçu terá  o trecho final dos 103 quilômetros da prova passando por dentro de Curitiba até a chegada no Bosque São Cristóvão. Serão aproximadamente sete quilômetros de trajeto a ser percorrido por ciclistas e corredores, entre e o Butiatuvinha e o destino em Santa Felicidade.

Ao longo de todo o dia, os motoristas e motociclistas que passarem pela região devem redobrar a atenção. Por volta das 8h15 começam a chegar os primeiros ciclistas que disputam a prova. Já o grupo de corredores deverá percorrer o trecho curitibano por volta das 13h, seguindo até o início da noite.

Os atletas vão passar pelas ruas Orlando Peruci, Egydio Ricardo Pietrobelli, Julio Raymundo, João Volpe, Ângelo Pianaro, Acelino Grande, Professor Francisco Zardo, Augustinho Lucca, Santo Tulio e Domingos Strapasson.

Os bloqueios de trânsito serão parciais e aplicados apenas quando houver a passagem dos atletas. Durante todo o dia, agentes de trânsito e guardas municipais estarão ao longo do trajeto para auxiliar os atletas e os motoristas.

Integração metropolitana
O trajeto de 103 quilômetros de corrida por revezamento tem por objetivo incentivar a prática esportiva e a integração metropolitana. O percurso inclui oito municípios além de Curitiba: Piraquara (onde será a largada), Quatro Barras, Pinhais, Campina Grande do Sul, Bocaiúva do Sul, Colombo, Almirante Tamandaré, Campo Magro.  (Foto Everson Bressan/Arquivo/Foto: Guilherme Dala Barba)

 

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

UEPG anuncia as novas datas do vestibular e PSS

Publicado

em

A Coordenadoria de Processos de Seleção (CPS), em conjunto com a Reitoria e Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), anunciou as novas datas dos processos seletivos da instituição.
As provas dos Vestibulares e do PSS que seriam em 2020 foram remarcadas para janeiro e março de 2021.

VESTIBULAR – As provas do Vestibular, que estavam previstas para os dias 06 e 07 de dezembro de 2020, foram alteradas para os dias 07 e 08 de março de 2021. O período de inscrições será de 01 de setembro a 29 de outubro de 2020 pelo site cps.uepg.br/vestibular.
O pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 157,00 deve ser feito até o dia 30 de outubro de 2020.
Conforme explica o coordenador da CPS, Edson Luis Marchinski, neste Vestibular haverá duas alterações na prova de redação. O número de linhas exigidas passa a ser de no mínimo 10 e no máximo 20 linhas e a nota máxima passa a valer mil pontos.
As vagas dos Vestibulares de Inverno e de Verão foram reunidas para um único Vestibular. Ao todo, serão ofertados 39 cursos com um total de 1453 vagas.

PROCESSO SELETIVO SERIADO (PSS) – As provas do PSS, que estavam previstas para o dia 22 de novembro de 2020, foram alteradas para o dia 31 de janeiro de 2021. “Já tivemos um período de inscrições de 01 a 30 de março e teremos um novo período de inscrições de 01 de agosto de 2020 a 29 de setembro de 2020”, diz o coordenador da CPS.
O pagamento da taxa de inscrição pode ser realizado até o dia 30 de setembro de 2020, nos valores de R$ 78,00 para o PSS I e PSS II e de R$ 41,00 para o PSS III. As inscrições devem ser feitas pelo site cps.uepg.br/pss.
Para o PSS, a redação continua valendo cem pontos, sendo exigido no mínimo 10 linhas e no máximo 17 linhas.

Os conteúdos programáticos, obras literárias e gêneros de redação, tanto do Vestibular como do PSS, estão disponíveis no site da Coordenadoria de Processos de Seleção (cps.uepg.br).

Foto: UEPG/ANPr

Continuar Lendo

Esportes

Fórum de desporto escolar terá participação do atleta Giba

Publicado

em

O I Fórum do Desporto Escolar acontece a partir desta quarta-feira (01), com transmissão via rede social (facebook.com/fdeparana), e vai até esta quinta-feira (02).

O evento é promovido pela Federação do Desporto Escolar do Paraná (FDEPR) e pela Confederação Brasileira do Desporto Escola (CBDE), com o apoio da Superintendência do Esporte do Paraná. Tem como objetivo analisar as ações do esporte durante e pós-pandemia, quais as perspectivas do futuro, além da discussão da sistematização do desporto escolar no Brasil. O campeão olímpico do voleibol, Giba, será um dos participantes.

O superintendente do Esporte do Paraná, Helio Wirbiski, disse que cada vez mais o Estado tem o dever de apoiar o desenvolvimento das crianças pelo esporte, especialmente nesta pandemia. “Mantivemos periodicamente conversas e tivemos diversas ações para que nossos jovens não perdessem o estímulo esportivo. É um período muito difícil, e temos a obrigação de fazer um planejamento para que assim que possível todas as atividades voltem à normalidade”.

Para o presidente da Federação do Desporto Escolar do Paraná, Clésio Prado, o fórum é uma ótima oportunidade de pensar o esporte escolar como um todo. “Vamos falar sobre sistemas e também as ações estratégicas, tanto na área geral do esporte no Paraná quanto nas ações relacionadas ao desporto escolar em âmbito estadual, nacional e mundial. Um diálogo visando propostas para as competições pós-pandemia”.

Aqueles que assistirem e se inscreverem receberão certificado.

SERVIÇO: I Fórum do Desporto Escolar.

Data: 01 e 02 (quarta e quinta-feira).

CLIQUE AQUI para se inscrever no Fórum.

Transmissão: facebook.com/fdeparana 

PROGRAMAÇÃO

01 (terça-feira) – 19h.

Tema – Ações do esporte na pandemia e pós-pandemia.

Participantes: Helio Wirbiski – superintendente do Esporte do Paraná; Giba – campeão olímpico e padrinho da FDEPR e CBDE, Antônio Hora – presidente da CBDE e Clésio Prado – presidente da FDEPR.

02 (quinta-feira) – 19h.

Tema – Sistematização do desporto escolar.

Participantes: Marcia Tomadon – supervisora dos Jogos Escolares do Paraná, Robson Aguiar – vice-presidente da Federação Internacional do Desporto Escolar, Carlos Dias – coordenador do voleibol escolar do Ministério da Educação de Portugal e Clésio Prado – presidente da FDEPR.

Continuar Lendo

Esportes

Inscritos no Enem querem prova em maio de 2021

Publicado

em

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram, hoje (1º), o resultado da enquete para a escolha do novo período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Para 49,7% dos estudantes, o Enem impresso deve ser aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio.

As outras opções de data eram o Enem impresso em 6 e 13 de dezembro deste ano e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021, com 15% dos votos; e Enem impresso em 10 e 17 de janeiro de 2021 e Enem digital em 24 e 31 de janeiro, com 35,3% dos votos dos estudantes.

As provas, que aconteceriam em novembro deste ano, foram adiadas em função das medidas de enfrentamento à pandemia da covid-19.

A pesquisa com os estudantes foi aberta no dia 20 de junho na Página do Participante e 1,113 milhão de estudantes, que representam 19,3% dos inscritos no exame, responderam de forma voluntária. O Enem 2020 tem pouco mais de 5,7 milhões de inscritos.

Data

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a data escolhida pelos estudantes ainda não é a oficial, mas será levada em conta para a definição. “Mais de 80% pediram para fazer a prova no ano que vem. É uma opinião importante, mas não é a única fonte de decisão”, disse, ressaltando que poderá ser, inclusive, uma data diferente daquelas que foram colocadas na enquete.

Lopes explicou que o MEC e o Inep irão, agora, consultar o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que estão tratando do cronograma das aulas no ensino médio, e as associações que representam as instituições de ensino superior, para saber quando pretendem começar o primeiro semestre ano que vem. “A data sairá desse processo de construção coletiva”, disse.

A expectativa é que a definição do período de aplicação da prova seja anunciado daqui duas ou três semanas. Segundo Lopes, independentemente da data, o governo está se preparando para garantir a segurança sanitária dos participantes e das pessoas que trabalham na aplicação do Enem, com a disponibilização de álcool em gel e máscaras, além de diminuir a quantidade de estudantes nas salas.

Para o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, caso o Enem 2020 seja realizado em maio do ano que vem, isso prejudicaria o primeiro semestre letivo das universidades. “É uma variável que será levada em consideração no debate com as instituições”, explicou.

Sisu e Enade

Paulo Vogel disse que o portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já está aberto para a consulta de vagas para ingresso no segundo semestre deste ano, nas universidades e institutos federais de ensino. As inscrições vão de 7 a 10 de julho.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, também anunciou que a prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2020, que aconteceria em novembro, será adiada para 2021 em razão da pandemia da covid-19 e dos problemas para a conclusão do cronograma do segundo semestre letivo. A nova data ainda será definida. O Enade avalia o desempenho dos estudantes e dos cursos de ensino superior.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Continuar Lendo

Tendência