Jogos

Música

Publicado

em

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jogos

Confiança do comércio avança 10,5 pontos, em quarta alta consecutiva

Publicado

em

O Índice de Confiança do Comércio, da Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 10,5 pontos de julho para agosto deste ano. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que chegou a 96,6 pontos, em uma escala de zero a 200, e recuperou 92% da confiança perdida durante a pandemia de covid-19.

A confiança subiu nos seis principais segmentos do comércio pesquisados pela FGV. Houve altas tanto no Índice da Situação Atual, que mostra a avaliação do empresário do setor no momento presente e que subiu 13,6 pontos (para 102 pontos), quanto no Índice de Expectativas, que mostra a confiança no futuro e que cresceu 6,8 pontos (para 91,3 pontos).

“A confiança do comércio mantém a tendência de recuperação, com expressiva alta em agosto. Apesar dos resultados positivos, a velocidade da recuperação não tem sido homogênea entre os segmentos. Os consumidores estão se mostrando cautelosos e a incerteza se mantém elevada, dificultando a elaboração de cenários mais claros da tendência da confiança nos próximos meses“, diz o pesquisador da FGV Rodolpho Tobler. (Agência Brasil)

Continuar Lendo

Jogos

Bairros redescobrem as praças e população ganha novos espaços de lazer em Quatro Barras

Publicado

em

Áreas verdes, de lazer, esporte e convivência são sinônimos de qualidade de vida. Com a meta de ampliar estes espaços para a população, a Prefeitura de Quatro Barras vem investindo na construção de novas praças públicas, parques e áreas recreativas.

Hoje cinco frentes de trabalho acontecem seguindo esta política de investimentos em bem-estar, saúde e recreação. Uma delas segue em andamento na Colônia Maria José, que receberá uma nova praça. Iniciadas em junho, as obras compreendem o recape asfáltico das duas ruas no entorno (Angelina Áfera Milani e José Egídio de Assis), totalizando 1.136 metros quadrados; além da revitalização de calçadas, instalação de academia ao ar livre, quadra poliesportiva, playground esinalização de trânsito.

O novo espaço de lazer está recebendo investimentos de quase R$ 364 mil, provenientes de uma emenda parlamentar do então senador Roberto Requião. Assim como os moradores da Colônia Maria José, quem habita o bairro vizinho, o Jardim Menino Deus, também terá em breve um amplo e novo espaço de lazer e convivência.

O Parque Ambiental do Jardim Menino Deus teve as obras iniciadas no começo de abril. Lá estão previstas a urbanização do entorno, pista de training, academia ao ar livre, quadra poliesportiva, praça com bancos, playground, além de importantes obras de contenção das cheias. Para evitar as enchentes que ocorriam na região, o parque ambiental terá lagoas de contenção das cheias e canalização do córrego, além de galerias de águas pluviais.

Os investimentos nesta obra somam mais de R$ 1,3 milhão e são provenientes de uma operação de crédito com a Caixa Econômica Federal, através do Finisa. O Parque do Menino Deus, portanto, terá funções conjuntas de lazer, esporte, convivência social, preservação ambiental e controle das cheias nos períodos de fortes chuvas.

Uma nova praça também já começa a ser construída no Orestes Thá. Localizada na parte central do bairro, o espaço terá campo de futebol e equipamentos de esporte e lazer para moradores de todas as idades.

No bairro Itapira, outras duas frentes de trabalho acontecem nas praças, com a revitalização de seus espaços e equipamentos. Uma das praças recebe benfeitorias na área de parquinho e nas áreas de convivência, além de ganhar uma academia ao ar livre, playground e churrasqueiras, similar a um parque recreativo. A outra praça, também em revitalização, vai receber quadra poliesportiva, playground e um posto de atendimento da Guarda Municipal.

Em breve, o próximo bairro contemplado será a Granja das Acácias, que também terá uma nova praça. Lá estão previstas a instalação do Projeto Meu Campinho (com quadra de grama sintética), quiosques, playground e áreas de convivência e lazer. Somados, os investimentos em revitalizações e novas praças somam mais de R$ 350 mil, com recursos municipais.

O prefeito Angelo Andreatta (Lara), disse que a proposta das obras é levar qualidade de vida, contato com a natureza e opções de lazer à população. “Estamos revitalizando espaços já existentes e principalmente criando novas praças e parques em regiões ainda não atendidas por estes espaços de convivência e lazer. São áreas voltadas à família e à qualidade de vida da nossa população”, afirmou o prefeito.

 

Continuar Lendo

Jogos

Confiança da indústria cresce 12,2 pontos em julho, diz FGV

Publicado

em

O Índice de Confiança da Indústria medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) cresceu 12,2 pontos em julho, alcançado 89,8 pontos, a segunda maior variação positiva da série histórica.

Em julho, 18 dos 19 segmentos industriais pesquisados tiveram aumento da confiança. Segundo a FGV, o resultado decorre de melhor avaliação dos empresários em relação ao momento presente e, principalmente, diminuição do pessimismo para os próximos três e seis meses.

O Índice de Expectativas (IE) subiu 14,3 pontos, para 90,5 pontos enquanto o Índice de Situação Atual (ISA) cresceu 9,9 pontos, para 89,1 pontos. Ambos, entretanto, ainda se mantêm em nível abaixo de março. Nos últimos três meses, o IE recuperou aproximadamente 78% das perdas observadas em março e abril, enquanto o ISA, atingiu 65%.

Segundo a economista da FGV-IBRE, Renata de Mello Franco, em julho, a confiança da indústria de transformação continuou avançando impulsionada pela diminuição do pessimismo para os próximos três meses. Ela observou que os indicadores que medem a situação atual mostram que o grau de insatisfação com o momento presente permanece elevado.

“Nesse mês, chama a atenção a recuperação dos indicadores de produção prevista e emprego previsto sugerindo novamente que, na opinião dos empresários, o terceiro trimestre tende a ser melhor do que o anterior. O baixo patamar do indicador de tendência dos negócios reflete cautela em relação à velocidade e consistência da recuperação dada incerteza ainda muito elevada”, disse, em nota, a economista. (Agência Brasil)

Continuar Lendo

Tendência