Cotidiano

Campina Grande do Sul sedia etapa da 29ª Gincana do Caminhoneiro

Publicado

em

Campina Grande do Sul receberá a 12ª etapa da temporada da Gincana do Caminhoneiro, maior ação itinerante das estradas brasileiras que conta com apoio da Polícia Rodoviária Federal – através da exibição do “Cinema Rodoviário”, com orientações de trânsito para prevenção de acidentes – do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – que irá oferecer atendimentos de saúde – e da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura. 

A etapa acontece no Posto Represa – no km 42 da BR 116 – , onde os caminhoneiros serão orientados sobre as condutas que devem ser adotadas no dia a dia da estrada, para evitar que se contaminem ou transmitam o Coronavírus. As informações incluem desde o uso de máscara e como lavá-las para desinfecção, passando pelo hábito de lavar sempre as mãos e usar álcool gel, até a importância da higienização da cabine do caminhão. Também serão realizados, gratuitamente, atendimentos de saúde, como testes de glicemia, aferição de pressão arterial e temperatura, orientações sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar obesidade, além da chance de colocar a vacinação em dia (de acordo com a disponibilidade da Secretaria de Saúde de cada município). Basta que façam sua inscrição e apresentem a CNH categorias C, D ou E.

A 29ª Gincana do Caminhoneiro  – que conta com o patrocínio dos Postos Petrobras e da IVECO –  levará ainda aos ‘heróis das estradas’ conteúdos técnicos sobre qualidade de produtos, combustíveis, frete, peças, por exemplo, que auxiliem a estarem mais capacitados diante dos novos desafios socioeconômicos.

E mantendo a tradição de ser um divisor de água na vida de alguns profissionais das estradas ao longo de suas 29 edições, a Gincana do Caminhoneiro também oferecerá a oportunidade de realizar o sonho de um deles, com a possibilidade de ganhar um caminhão IVECO Tector Zero Km. Para isso, o caminhoneiro terá que mostrar sua habilidade no volante no desafio do slalom (zigue-zague entre cones), driblando os obstáculos, como se estivesse desviando dos buracos na estrada, com o objetivo de não derrubar nenhum deles. Nesse momento, ao ir para a pista, o caminhoneiro recebe, na prática, instruções de como deve higienizar a cabine e pontos estratégicos do caminhão sujeitos à contaminação.

A temporada inclui 90 etapas classificatórias, cinco semifinais e uma grande final. A cada 18 etapas, acontece uma semifinal, com a participação de 18 melhores classificados. Desses 18, os cinco caminhoneiros que obtiverem os melhores tempos garantem vaga para a grande final, prevista para março de 2021, para disputar um caminhão zero km da linha IVECO Tector.

Embora o teste de habilidade seja gratuito, para conquistar sua oportunidade de ir para a grande final do evento e concorrer ao caminhão IVECO Tector zero km, o caminhoneiro precisa ter passado no atendimento de saúde do local e validar seu tempo. Para isso, basta apresentar um consumo de R$ 500 em combustível nos postos da Rede Siga Bem ou aquisição de créditos de mesmo valor no Cartão do Caminhoneiro Petrobras.

A comitiva – que está na estrada desde meados de junho, seguindo os mais rigorosos critérios de operação dentro do novo contexto social –  percorrerá, até março de 2021, mais de 27 mil km, com 90 paradas programadas, das quais seis acontecem neste mês  no Paraná, tendo como foco a saúde do caminhoneiro. Confira programação completa no site www.gincanadocaminhoneiro.com.br .

Sobre a IVECO

A IVECO projeta, fabrica e comercializa uma ampla gama de veículos comerciais leves, médios e pesados, caminhões fora-de-estrada e veículos para aplicações como missões off-road. O portfólio de produtos da montadora no Brasil inclui modelos das linhas Daily, Tector, Hi-Road e Hi-Way. A IVECO emprega cerca de 21 mil pessoas em todo o mundo. Gerencia locais de produção em sete países da Europa, Ásia, África, Oceania e América Latina, onde produz veículos com as mais avançadas tecnologias. 4.200 pontos de atendimento, em mais de 160 países, garantem o suporte técnico sempre que um veículo da IVECO está em operação.

Sobre a Rede Siga Bem

Exclusiva dos postos BR, a rede Siga Bem é composta atualmente por 103 postos rodoviários, espalhados pelas principais rodovias do Brasil, onde o caminhoneiro encontra “sua casa fora de casa”. Nessa rede de excelência, esses profissionais podem contar com uma estrutura de serviços dedicada às suas necessidades, com estacionamento, banheiros equipados com chuveiros, restaurante, lanchonete, borracharia, além de dispor do CTF-BR e do Cartão do Caminhoneiro Petrobras. (Por Núbia Boito – Lilás Comunicação)

 


A 12ª etapa da 29ª Gincana do Caminhoneiro acontece no Posto Represa – km 42 da BR 116 – nos dias 11 e 12 de julho,  das 8h às 18h. Para evitar aglomeração, haverá um limite seguro de participação para não formar filas. Isso pode fazer com que as inscrições sejam encerradas antecipadamente. (Fotos: Divulgação)

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Paraná registra novas temperaturas negativas com a mais intensa massa de ar frio do ano

Publicado

em

A temperatura mais baixa registrada no Paraná em 2021 foi -3,3°C, atingida nesta terça-feira (25) em General Carneiro, na região Sul do Estado. Outros três municípios também registraram temperaturas mínimas negativas: Guarapuava (-0,4°C), Palmas (-1,2°C) e São Mateus do Sul (-1,9°C). As informações são do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar).

O frio é consequência de uma massa de ar polar e seco que chegou ao Paraná no domingo (23), baixando as temperaturas em todo o Estado – o que bateu recordes de temperatura negativa em 31 das 51 estações meteorológicas do Simepar nesta segunda (24). Até então, a única temperatura negativa registrada no Paraná havia sido em General Carneiro, no dia 28 de abril, com -0,1°C.

As mínimas registradas nesta terça oscilaram entre -3,3°C (General Carneiro) e 11,2°C (Apucarana). Em Curitiba, a madrugada trouxe a temperatura mais baixa do ano, com 3,8°C. Novos recordes foram registrados em diversos municípios, como em Ponta Grossa (1,1°C), Antonina (8,9°C), Palotina (1,3°C), Londrina (6,9°C), Guaíra (5,3°C), Foz do Iguaçu (3,7°C), Pato Branco (3,4°C) Pinhais (2,6°C), Santa Helena (3,2°C), Telêmaco Borba (1,9°C) e Ubiratã (5,2°C),

Já no Norte e no Noroeste, as temperaturas não ficaram tão baixas, com uma média em torno dos 10°C no amanhecer.

O frio deve se manter até quarta-feira (26), quando a massa polar segue em direção ao Leste. “A partir de amanhã, há uma tendência do frio perder um pouco de força. Também temos um aumento da nebulosidade, inclusive com condição para chuvas, especialmente nos setores mais ao Norte do Estado”, estima Samuel Braun, meteorologista do Simepar.

Nesta terça-feira o sol deve predominar em boa parte do Paraná. “Ao longo do dia o tempo deve se manter estável em todo o Estado, apesar do aumento da nebulosidade previsto principalmente para Oeste, Noroeste e Norte. Essa nebulosidade aumenta ao longo do dia, mas sem indicativos de chuva expressiva”, pontua Braun.

Mesmo com sol, a temperatura não deve subir tanto. As máximas previstas para o Paraná estão na faixa dos 25°C para Londrina e Maringá, 22°C em Foz do Iguaçu e Cascavel, 21ºC a 22°C para Francisco Beltrão, Pato Branco e Laranjeiras do Sul, 21°C para os Campos Gerais e Capital, e 22° para o Litoral.

GEADA – O Simepar também confirmou a ocorrência de geada em várias partes do território paranaense nesta terça. Foi registrada geada nas regiões Oeste, Sudoeste, Centro-Sul, nos Campos Gerais e parte da Região Metropolitana de Curitiba. “Tivemos temperaturas abaixo dos 5°C, compatíveis com formação de geada na manhã desta terça, em todas essas regiões”, reforçou o meteorologista.

Para quarta-feira, as condições atmosféricas continuam propensas para formação de geada no Sul e Sudeste do Paraná. Nas demais regiões, a previsão é de frio, mas sem ocorrência do fenômeno.

Confira as temperaturas registradas pelas estações do Simepar nesta terça-feira (26):

Altônia: 8,3°C

Antonina: 8,9°C

Apucarana: 11,2°C

Assis Chateaubriand: 5,6°C

Cambará: 4,7°C

Campo Mourão: 3,7°C

Capanema: 4,5°C

Capitão Leônidas Marques: 7,4°C

Cascavel: 4,1°C

Cerro Azul: 4,0°C

Cianorte: 8,5°C

Cidade Gaúcha: 9,9°C

Clevelândia: 2,4°C

Colombo: 0,9°C

Cornélio Procópio: 9,3°C

Curitiba: 3,8°C

Cândido de Abreu: 4,1°C

Foz do Iguaçu: 3,7°C

Francisco Beltrão: 1,4°C

General Carneiro: -3,3°C

Guarapuava: -0,4°C

Guaraqueçaba: 7,2°C

Guaratuba: 10,1°C

Guaíra: 5,3°C

Inácio Martins: 3,6°C

Irati: 3,4°C

Ivaí: 4°C

Jaguariaíva: 2°C

Joaquim Távora: 7,4°C

Lapa: 0,7°C

Laranjeiras do Sul: 5,6°C

Loanda: 12,8°C

Londrina: 6,9°C

Marechal Cândido Rondon: 7,7°C

Maringá: 9,2°C

Palmas: -1,2°C

Palmital: 7,4°C

Palotina: 1,3°C

Paranaguá: 10°C

Paranavaí: 10,6°C

Pato Branco: 3,4°C

Pinhais: 2,6°C

Pinhão: 3,6°C

Ponta Grossa: 1,1°C

Santa Helena: 3,2°C

Santo Antônio da Platina: 7,8°C

São Mateus do Sul: -1,9°C

Telêmaco Borba: 1,9°C

Toledo: 2,7°C

Ubiratã: 5,2°C

Umuarama: 7,8°C

União da Vitória: 1°C

Foto: Ana Tigrinho/AEN

Continuar Lendo

Cotidiano

31 municípios paranaenses registraram as temperaturas mais baixas de 2021 nesta segunda

Publicado

em

Oficialmente, ainda faltam 28 dias para o inverno. No entanto, 31 municípios paranaenses registraram as suas temperaturas mais geladas do ano nesta segunda-feira de outono (24), segundo dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). Ao todo, o órgão monitora estações em 51 municípios, configurando recordes de frio em 60% delas.

O frio é consequência de uma massa de ar seco e polar que chegou ao território do Estado ainda no domingo (23) e, embora não tenha causado temperaturas negativas, se estendeu por diversas regiões.

“Essa massa tem origem na Antártida e é trazida ao Paraná por ventos que sopram da Argentina, se deslocando pela Cordilheira dos Andes até chegar ao Sul do País”, explica Reinaldo Kneib, meteorologista do Simepar. “É uma massa intensa, com grande quantidade de ar frio e seco, que provocou quedas de temperatura bastante bruscas”.

A temperatura mais baixa do dia foi registrada em Entre Rios do Oeste, na região Oeste do Paraná, chegando a 1,7°C. Anteriormente, o dia mais frio que o município havia registrado em 2021 era 2,6°C. Toledo foi a segunda colocada do dia, com 1,8°C – sua menor temperatura anterior era de 4,8°C.

As estações do Simepar que registram o frio recorde estão espalhadas por todo o Paraná: no Noroeste (Altônia, Cianorte, Loanda, Londrina, Maringá, Paranavaí e Umuarama), Litoral (Antonina), Vale do Ivaí (Apucarana), Oeste (Assis Chateaubriand, Cascavel, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Palotina, Santa Helena e Toledo), Sudoeste (Capanema e Pato Branco), Norte Pioneiro (Cambará e Santo Antônio da Platina), Norte (Cornélio Procópio), Centro (Cândido de Abreu), Região Metropolitana de Curitiba (Cerro Azul, Curitiba e Pinhais), Centro-Sul (Fernandes Pinheiro e Laranjeiras do Sul), Campos Gerais (Ponta Grossa e Telêmaco Borba) e Centro-Oeste (Ubiratã).

No Paraná como um todo, as temperaturas mínimas oscilaram entre 1,7°C e 14,6°C. Em 2021, a temperatura mais baixa registrada foi no município de General Carneiro, na região Sul, que atingiu -0,1°C na manhã de 28 de abril.

O frio permanece no Estado ainda na terça-feira (25), e a previsão é que as temperaturas voltem a subir já na quarta (26), à medida em que a massa polar siga para o Oceano Atlântico. No entanto, com a aproximação do inverno, o frio deve ficar cada vez mais frequente. “Essa massa foi mais intensa do que as últimas, e a partir de agora será cada vez mais comum”, reforça meteorologista Kneib.

GEADA – O Simepar também alerta para possível ocorrência de geadas nesta terça-feira (25) nas regiões Sudoeste, Sul, Centro-Sul, Campos Gerais e Região Metropolitana de Curitiba. Em outras regiões, mesmo sem geada, o frio continua. “No Sudoeste, na região de Pato Branco, Francisco Beltrão e Palmas, e no Centro, em Guarapuava, veremos geadas mais fracas. Já na região Sul, ela pode ser mais forte”, explica Kneib.

Já na quarta-feira (26), a previsão é que a massa fria siga para o Litoral, diminuindo o risco de geada. Mesmo com o frio expressivo, a ocorrência da geada é prevista apenas para fundos de vales, em áreas protegidas do vento.

O meteorologista aponta que as condições necessárias para geada envolvem temperaturas abaixo de 5°C, umidade muito baixa e pouco vento, o que reduz as chances do alerta para fenômeno a partir do afastamento do ar polar. “As temperaturas mínimas para quarta já devem estar acima de 5°C, diminuindo essa possibilidade”, afirma.

Confira abaixo os municípios que atingiram o recorde anual e suas respectivas temperaturas:

Altônia: 8,3°C (menor temperatura anterior: 11°C)

Antonina: 10,7°C (menor temperatura anterior: 13,3°C)

Apucarana: 8,1°C (menor temperatura anterior: 10,4°C)

Assis Chateaubriand: 5,1°C (menor temperatura anterior: 7,5°C)

Capanema: 4°C (menor temperatura anterior: 5,6°C)

Cambará: 3,6°C (menor temperatura anterior: 6,7°C)

Cândido de Abreu: 5,2°C (menor temperatura anterior: 6,1°C)

Cascavel: 2,4°C (menor temperatura anterior: 3°C)

Cerro Azul: 3,7°C (menor temperatura anterior: 7,4°C)

Cianorte: 6,9°C (menor temperatura anterior: 11,1°C)

Cornélio Procópio: 6,9°C (menor temperatura anterior: 10,2°C)

Curitiba: 6,7°C (menor temperatura anterior: 8,6°C)

Entre Rios do Oeste: 1,7°C (menor temperatura anterior: 2,6°C)

Fernandes Pinheiro: 3,6°C (menor temperatura anterior: 6°C)

Foz do Iguaçu: 5,6°C (menor temperatura anterior: 6,8°C)

Guaíra: 6,9°C (menor temperatura anterior: 8,4°C)

Laranjeiras do Sul: 5,2°C (menor temperatura anterior: 6,6°C)

Loanda: 8,1°C (menor temperatura anterior: 11,8°C)

Londrina: 8,1°C (menor temperatura anterior: 10,2°C)

Maringá: 8,3°C (menor temperatura anterior: 8,8°C)

Palotina: 3,4°C (menor temperatura anterior: 4,6°C)

Paranavaí: 7,6°C (menor temperatura anterior: 9,8°C)

Pato Branco: 4,8°C (menor temperatura anterior: 4,8°C)

Pinhais: 6°C (menor temperatura anterior: 7,3°C)

Ponta Grossa: 4,1°C (menor temperatura anterior: 4,7°C)

Santa Helena: 4,6°C (menor temperatura anterior: 7,3°C)

Santo Antônio da Platina: 7,2°C (menor temperatura anterior: 10,9°C)

Telêmaco Borba: 3,1°C (menor temperatura anterior: 4,4°C)

Toledo: 1,8°C (menor temperatura anterior: 4,8°C)

Ubiratã: 5,6°C (menor temperatura anterior: 9,1°C)

Umuarama: 7,4°C (menor temperatura anterior: 11,1°C)

(Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Continuar Lendo

Cotidiano

Rio Sul Eletro Móveis Inaugura Loja em Campina Grande do Sul

Publicado

em

A Rio Sul Eletro Móveis foi inaugurada nesta sexta-feira (14) no Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul. De acordo com o empresário Rene Alexandro Vaz, a quarta loja vem para concretizar a expansão da rede em uma região que está em pleno desenvolvimento.

Com muita alegria ao lado da minha família: esposa, filhos, nora e neta, estamos inaugurando nossa loja no dia de hoje. Conheço o potencial da região, sei o quanto está crescendo, queremos somar com o município, gerar empregos e renda, começamos hoje com cinco colaboradores, todos residentes na cidade. Já tivemos investimentos em Quatro Barras e Campina no ramo de transportes e agora estamos voltando para essa região que conhecemos muito bem. Em breve estaremos inaugurando mais lojas em Piraquara e Colombo”,  conta Vaz.

Ofertas de Inauguração

Com uma extensa linha de móveis e eletrodomésticos para toda a casa, a Rio Sul Eletro Móveis está com promoção especial de inauguração em toda loja para esta sexta-feira e sábado, (14 e 15/05) e a partir de segunda-feira (17), a loja estará com ofertas diárias.

Sobre a Rio Sul Eletro Móveis

Fundada em 31 de agosto de 2007, a Rio Sul Eletro Móveis conta atualmente com quatro lojas: a matriz em Rio Branco do Sul e filial em Itaperuçu, Cerro Azul, Almirante Tamandaré e a partir de agora também em Campina Grande do Sul. Em breve serão inauguradas outras duas lojas, nas cidades de Piraquara e Colombo. Toda rede conta atualmente com 60 colaboradores diretos.

A Rio Sul Eletro Móveis está localizada na Rua Professor Duílio Calderari, 1690- Jardim Paulista em Campinha Grande do Sul.

Instagram @riosul_eletromoveis

Facebook rio sul eletromoveis

Da Redação/Fotos: Face da Notícia

Família Vaz: Mirian, Maria Fernanda, Rene, a neta Lara, Luciane, Rene e a nora Mariana.  
Dona Roseli, primeira cliente da loja em CGS comprou uma centrífuga.

Continuar Lendo

Tendência