Cotidiano

Molécula rara em Vênus pode sinalizar presença de vida extraterrestre

Publicado

em

Um grupo internacional de astrônomos anunciou nesta segunda-feira (14) a presença da fosfina na atmosfera venusiana. O estudo foi publicado na revista Nature Astronomy – periódico britânico científico especializado em artigos científicos.

De acordo com a pesquisa, na Terra, a fosfina – ou hidreto de fósforo (PH3) – só pode ser encontrada decorrente de dois processos: ou pela fabricação de forma industrial ou pela ação de micróbios que se desenvolvem em ambientes sem oxigênio – chamados anaeróbicos. Utilizando telescópios avançados, a equipe formada por astrônomos do Reino Unido, Estados Unidos e Japão pôde confirmar a presença da molécula em Vênus. A primeira detecção ocorreu pelo Telescópio James Clerk Maxwell (JCMT), operado pelo Observatório do Leste Asiático no Havaí.

“Quando descobrimos os primeiros indícios de fosfina no espectro de Vênus, ficamos em choque!”, declarou a líder da equipe internacional Jane Greaves, da Universidade de Cardiff, no Reino Unido. Para confirmação do achado, foram usadas 45 antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) – instalação astronômica no Chile, do qual o ESO – Observatório Europeu do Sul – é parceiro.

O telescópio, considerado muito mais sensível, localizou pequenas concentrações da fosfina na atmosfera de Vênus, cerca de 20 moléculas em cada bilhão. Com base em cálculos, descartou-se que a quantidade observada seria decorrente de processos não biológicos naturais no planeta, como a luz solar, ou a ação de vulcões e relâmpagos, por exemplo. No caso destas fontes, seriam criados, no máximo, dez milésimos da quantidade de fosfina identificada no planeta.

Já que, segundo a análise, não seriam estes processos responsáveis por criar a quantidade de fosfina liberada, os cientistas passaram a considerar, então, a possibilidade que um tipo de organismo possa ser fonte deste biomarcador. A equipe destaca que na Terra, as bactérias expelem a fosfina ao retirar o fosfato de minerais ou de material biológico, acrescentando hidrogênio. Mas, qualquer organismo no planeta vizinho, ressalta o estudo, “provavelmente será muito diferente dos primos terrestres.”

Ouça a matéria da Radioagência Nacional:

Atmosfera ácida

Os astrônomos veem esta descoberta como bastante significativa, mas reconhecem muito trabalho pela frente para confirmar presença de ”vida”. Isso porque a atmosfera de Vênus é extremamente ácida, com cerca de 90% de ácido sulfúrico, o que dificultaria a sobrevivência de micróbios, destaca o Observatório Europeu do Sul.

Esta incógnita é apontada como desafio pela integrante da equipe, Clara Sousa Silva, do Massachusetts Institute of Technology nos Estados Unidos, que investiga a liberação de fosfina como uma bioassinatura de gás de vida anaeróbica em planetas que orbitam outras estrelas.

“Encontrar fosfina em Vênus foi um bônus inesperado. A descoberta levanta muitas questões, tais como é que os organismos poderão sobreviver na atmosfera do planeta vizinho. Na Terra, alguns micróbios conseguem suportar até cerca de 5% de ácido no seu meio — mas as nuvens de Vênus são quase inteiramente feitas de ácido”, diz a pesquisadora.

Embora a descoberta aumente as expectativas quanto à existência de vida fora da Terra, o astrônomo do ESO e gerente de operações do ALMA na Europa, Leonardo Testi, diz que a missão agora é investigar a origem química da fosfina. ”É essencial acompanhar este intrigante resultado com estudos teóricos e observacionais para excluir a possibilidade de que a fosfina em planetas rochosos possa ter também uma origem química diferente da Terra”, diz Testi. (Agência Brasil)

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Paraná registra novas temperaturas negativas com a mais intensa massa de ar frio do ano

Publicado

em

A temperatura mais baixa registrada no Paraná em 2021 foi -3,3°C, atingida nesta terça-feira (25) em General Carneiro, na região Sul do Estado. Outros três municípios também registraram temperaturas mínimas negativas: Guarapuava (-0,4°C), Palmas (-1,2°C) e São Mateus do Sul (-1,9°C). As informações são do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar).

O frio é consequência de uma massa de ar polar e seco que chegou ao Paraná no domingo (23), baixando as temperaturas em todo o Estado – o que bateu recordes de temperatura negativa em 31 das 51 estações meteorológicas do Simepar nesta segunda (24). Até então, a única temperatura negativa registrada no Paraná havia sido em General Carneiro, no dia 28 de abril, com -0,1°C.

As mínimas registradas nesta terça oscilaram entre -3,3°C (General Carneiro) e 11,2°C (Apucarana). Em Curitiba, a madrugada trouxe a temperatura mais baixa do ano, com 3,8°C. Novos recordes foram registrados em diversos municípios, como em Ponta Grossa (1,1°C), Antonina (8,9°C), Palotina (1,3°C), Londrina (6,9°C), Guaíra (5,3°C), Foz do Iguaçu (3,7°C), Pato Branco (3,4°C) Pinhais (2,6°C), Santa Helena (3,2°C), Telêmaco Borba (1,9°C) e Ubiratã (5,2°C),

Já no Norte e no Noroeste, as temperaturas não ficaram tão baixas, com uma média em torno dos 10°C no amanhecer.

O frio deve se manter até quarta-feira (26), quando a massa polar segue em direção ao Leste. “A partir de amanhã, há uma tendência do frio perder um pouco de força. Também temos um aumento da nebulosidade, inclusive com condição para chuvas, especialmente nos setores mais ao Norte do Estado”, estima Samuel Braun, meteorologista do Simepar.

Nesta terça-feira o sol deve predominar em boa parte do Paraná. “Ao longo do dia o tempo deve se manter estável em todo o Estado, apesar do aumento da nebulosidade previsto principalmente para Oeste, Noroeste e Norte. Essa nebulosidade aumenta ao longo do dia, mas sem indicativos de chuva expressiva”, pontua Braun.

Mesmo com sol, a temperatura não deve subir tanto. As máximas previstas para o Paraná estão na faixa dos 25°C para Londrina e Maringá, 22°C em Foz do Iguaçu e Cascavel, 21ºC a 22°C para Francisco Beltrão, Pato Branco e Laranjeiras do Sul, 21°C para os Campos Gerais e Capital, e 22° para o Litoral.

GEADA – O Simepar também confirmou a ocorrência de geada em várias partes do território paranaense nesta terça. Foi registrada geada nas regiões Oeste, Sudoeste, Centro-Sul, nos Campos Gerais e parte da Região Metropolitana de Curitiba. “Tivemos temperaturas abaixo dos 5°C, compatíveis com formação de geada na manhã desta terça, em todas essas regiões”, reforçou o meteorologista.

Para quarta-feira, as condições atmosféricas continuam propensas para formação de geada no Sul e Sudeste do Paraná. Nas demais regiões, a previsão é de frio, mas sem ocorrência do fenômeno.

Confira as temperaturas registradas pelas estações do Simepar nesta terça-feira (26):

Altônia: 8,3°C

Antonina: 8,9°C

Apucarana: 11,2°C

Assis Chateaubriand: 5,6°C

Cambará: 4,7°C

Campo Mourão: 3,7°C

Capanema: 4,5°C

Capitão Leônidas Marques: 7,4°C

Cascavel: 4,1°C

Cerro Azul: 4,0°C

Cianorte: 8,5°C

Cidade Gaúcha: 9,9°C

Clevelândia: 2,4°C

Colombo: 0,9°C

Cornélio Procópio: 9,3°C

Curitiba: 3,8°C

Cândido de Abreu: 4,1°C

Foz do Iguaçu: 3,7°C

Francisco Beltrão: 1,4°C

General Carneiro: -3,3°C

Guarapuava: -0,4°C

Guaraqueçaba: 7,2°C

Guaratuba: 10,1°C

Guaíra: 5,3°C

Inácio Martins: 3,6°C

Irati: 3,4°C

Ivaí: 4°C

Jaguariaíva: 2°C

Joaquim Távora: 7,4°C

Lapa: 0,7°C

Laranjeiras do Sul: 5,6°C

Loanda: 12,8°C

Londrina: 6,9°C

Marechal Cândido Rondon: 7,7°C

Maringá: 9,2°C

Palmas: -1,2°C

Palmital: 7,4°C

Palotina: 1,3°C

Paranaguá: 10°C

Paranavaí: 10,6°C

Pato Branco: 3,4°C

Pinhais: 2,6°C

Pinhão: 3,6°C

Ponta Grossa: 1,1°C

Santa Helena: 3,2°C

Santo Antônio da Platina: 7,8°C

São Mateus do Sul: -1,9°C

Telêmaco Borba: 1,9°C

Toledo: 2,7°C

Ubiratã: 5,2°C

Umuarama: 7,8°C

União da Vitória: 1°C

Foto: Ana Tigrinho/AEN

Continuar Lendo

Cotidiano

31 municípios paranaenses registraram as temperaturas mais baixas de 2021 nesta segunda

Publicado

em

Oficialmente, ainda faltam 28 dias para o inverno. No entanto, 31 municípios paranaenses registraram as suas temperaturas mais geladas do ano nesta segunda-feira de outono (24), segundo dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). Ao todo, o órgão monitora estações em 51 municípios, configurando recordes de frio em 60% delas.

O frio é consequência de uma massa de ar seco e polar que chegou ao território do Estado ainda no domingo (23) e, embora não tenha causado temperaturas negativas, se estendeu por diversas regiões.

“Essa massa tem origem na Antártida e é trazida ao Paraná por ventos que sopram da Argentina, se deslocando pela Cordilheira dos Andes até chegar ao Sul do País”, explica Reinaldo Kneib, meteorologista do Simepar. “É uma massa intensa, com grande quantidade de ar frio e seco, que provocou quedas de temperatura bastante bruscas”.

A temperatura mais baixa do dia foi registrada em Entre Rios do Oeste, na região Oeste do Paraná, chegando a 1,7°C. Anteriormente, o dia mais frio que o município havia registrado em 2021 era 2,6°C. Toledo foi a segunda colocada do dia, com 1,8°C – sua menor temperatura anterior era de 4,8°C.

As estações do Simepar que registram o frio recorde estão espalhadas por todo o Paraná: no Noroeste (Altônia, Cianorte, Loanda, Londrina, Maringá, Paranavaí e Umuarama), Litoral (Antonina), Vale do Ivaí (Apucarana), Oeste (Assis Chateaubriand, Cascavel, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Palotina, Santa Helena e Toledo), Sudoeste (Capanema e Pato Branco), Norte Pioneiro (Cambará e Santo Antônio da Platina), Norte (Cornélio Procópio), Centro (Cândido de Abreu), Região Metropolitana de Curitiba (Cerro Azul, Curitiba e Pinhais), Centro-Sul (Fernandes Pinheiro e Laranjeiras do Sul), Campos Gerais (Ponta Grossa e Telêmaco Borba) e Centro-Oeste (Ubiratã).

No Paraná como um todo, as temperaturas mínimas oscilaram entre 1,7°C e 14,6°C. Em 2021, a temperatura mais baixa registrada foi no município de General Carneiro, na região Sul, que atingiu -0,1°C na manhã de 28 de abril.

O frio permanece no Estado ainda na terça-feira (25), e a previsão é que as temperaturas voltem a subir já na quarta (26), à medida em que a massa polar siga para o Oceano Atlântico. No entanto, com a aproximação do inverno, o frio deve ficar cada vez mais frequente. “Essa massa foi mais intensa do que as últimas, e a partir de agora será cada vez mais comum”, reforça meteorologista Kneib.

GEADA – O Simepar também alerta para possível ocorrência de geadas nesta terça-feira (25) nas regiões Sudoeste, Sul, Centro-Sul, Campos Gerais e Região Metropolitana de Curitiba. Em outras regiões, mesmo sem geada, o frio continua. “No Sudoeste, na região de Pato Branco, Francisco Beltrão e Palmas, e no Centro, em Guarapuava, veremos geadas mais fracas. Já na região Sul, ela pode ser mais forte”, explica Kneib.

Já na quarta-feira (26), a previsão é que a massa fria siga para o Litoral, diminuindo o risco de geada. Mesmo com o frio expressivo, a ocorrência da geada é prevista apenas para fundos de vales, em áreas protegidas do vento.

O meteorologista aponta que as condições necessárias para geada envolvem temperaturas abaixo de 5°C, umidade muito baixa e pouco vento, o que reduz as chances do alerta para fenômeno a partir do afastamento do ar polar. “As temperaturas mínimas para quarta já devem estar acima de 5°C, diminuindo essa possibilidade”, afirma.

Confira abaixo os municípios que atingiram o recorde anual e suas respectivas temperaturas:

Altônia: 8,3°C (menor temperatura anterior: 11°C)

Antonina: 10,7°C (menor temperatura anterior: 13,3°C)

Apucarana: 8,1°C (menor temperatura anterior: 10,4°C)

Assis Chateaubriand: 5,1°C (menor temperatura anterior: 7,5°C)

Capanema: 4°C (menor temperatura anterior: 5,6°C)

Cambará: 3,6°C (menor temperatura anterior: 6,7°C)

Cândido de Abreu: 5,2°C (menor temperatura anterior: 6,1°C)

Cascavel: 2,4°C (menor temperatura anterior: 3°C)

Cerro Azul: 3,7°C (menor temperatura anterior: 7,4°C)

Cianorte: 6,9°C (menor temperatura anterior: 11,1°C)

Cornélio Procópio: 6,9°C (menor temperatura anterior: 10,2°C)

Curitiba: 6,7°C (menor temperatura anterior: 8,6°C)

Entre Rios do Oeste: 1,7°C (menor temperatura anterior: 2,6°C)

Fernandes Pinheiro: 3,6°C (menor temperatura anterior: 6°C)

Foz do Iguaçu: 5,6°C (menor temperatura anterior: 6,8°C)

Guaíra: 6,9°C (menor temperatura anterior: 8,4°C)

Laranjeiras do Sul: 5,2°C (menor temperatura anterior: 6,6°C)

Loanda: 8,1°C (menor temperatura anterior: 11,8°C)

Londrina: 8,1°C (menor temperatura anterior: 10,2°C)

Maringá: 8,3°C (menor temperatura anterior: 8,8°C)

Palotina: 3,4°C (menor temperatura anterior: 4,6°C)

Paranavaí: 7,6°C (menor temperatura anterior: 9,8°C)

Pato Branco: 4,8°C (menor temperatura anterior: 4,8°C)

Pinhais: 6°C (menor temperatura anterior: 7,3°C)

Ponta Grossa: 4,1°C (menor temperatura anterior: 4,7°C)

Santa Helena: 4,6°C (menor temperatura anterior: 7,3°C)

Santo Antônio da Platina: 7,2°C (menor temperatura anterior: 10,9°C)

Telêmaco Borba: 3,1°C (menor temperatura anterior: 4,4°C)

Toledo: 1,8°C (menor temperatura anterior: 4,8°C)

Ubiratã: 5,6°C (menor temperatura anterior: 9,1°C)

Umuarama: 7,4°C (menor temperatura anterior: 11,1°C)

(Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Continuar Lendo

Cotidiano

Rio Sul Eletro Móveis Inaugura Loja em Campina Grande do Sul

Publicado

em

A Rio Sul Eletro Móveis foi inaugurada nesta sexta-feira (14) no Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul. De acordo com o empresário Rene Alexandro Vaz, a quarta loja vem para concretizar a expansão da rede em uma região que está em pleno desenvolvimento.

Com muita alegria ao lado da minha família: esposa, filhos, nora e neta, estamos inaugurando nossa loja no dia de hoje. Conheço o potencial da região, sei o quanto está crescendo, queremos somar com o município, gerar empregos e renda, começamos hoje com cinco colaboradores, todos residentes na cidade. Já tivemos investimentos em Quatro Barras e Campina no ramo de transportes e agora estamos voltando para essa região que conhecemos muito bem. Em breve estaremos inaugurando mais lojas em Piraquara e Colombo”,  conta Vaz.

Ofertas de Inauguração

Com uma extensa linha de móveis e eletrodomésticos para toda a casa, a Rio Sul Eletro Móveis está com promoção especial de inauguração em toda loja para esta sexta-feira e sábado, (14 e 15/05) e a partir de segunda-feira (17), a loja estará com ofertas diárias.

Sobre a Rio Sul Eletro Móveis

Fundada em 31 de agosto de 2007, a Rio Sul Eletro Móveis conta atualmente com quatro lojas: a matriz em Rio Branco do Sul e filial em Itaperuçu, Cerro Azul, Almirante Tamandaré e a partir de agora também em Campina Grande do Sul. Em breve serão inauguradas outras duas lojas, nas cidades de Piraquara e Colombo. Toda rede conta atualmente com 60 colaboradores diretos.

A Rio Sul Eletro Móveis está localizada na Rua Professor Duílio Calderari, 1690- Jardim Paulista em Campinha Grande do Sul.

Instagram @riosul_eletromoveis

Facebook rio sul eletromoveis

Da Redação/Fotos: Face da Notícia

Família Vaz: Mirian, Maria Fernanda, Rene, a neta Lara, Luciane, Rene e a nora Mariana.  
Dona Roseli, primeira cliente da loja em CGS comprou uma centrífuga.

Continuar Lendo

Tendência