Esportes

PINHAIS – Cid Antonio Veronese Filho é recordista Sul-Americano de Atletismo Master

Publicado

em

Após seis anos longe das competições por conta de lesões e cirurgia, o pinhaense Cid Antonio Veronese Filho teve um retorno digno de aplausos e destaque. Ao participar do 52º Campeonato Paulista de Atletismo Master, entre os dias 19 e 20 de dezembro, conquistou duas medalhas de ouro, uma no Salto Triplo e outra no Salto em Altura. 

Com seu 1,85m é especialista na prova de Salto em Altura e, mesmo estando sem treinar por um longo período, nesta modalidade igualou os recordes Paulista e Sul- Americano, além de ficar na 11ª posição no Ranking Mundial Master, na categoria M55.  

“No ano passado resolvi voltar, mas veio a Pandemia, com academias fechadas, isolamento e tudo mais.  Como todas as competições Masters estavam canceladas, não treinei, foi quando no final de outubro, apareceu essa única competição em São Paulo. Como já estava muito perto, não deu para treinar nada, mas tinha confiança, pois precisava ‘ver como eu estava’,  fiz algumas atividades em casa, e pedi ajuda para a Prefeitura de Pinhais”, detalha Cid.  

O competidor, que já foi 3º lugar no Mundial em 2013, ressalta que o apoio e confiança por parte da Prefeitura têm sido fundamentais. “Vivi uma história de superação, e ter essa parceria com a Prefeitura de Pinhais faz toda a diferença na minha trajetória”, destaca.  

“Gostaria de parabenizar o Professor Cid pelos resultados conquistados. Temos orgulho por ter aqui em Pinhais um atleta deste nível. Ele serve de exemplo e incentivo para os mais jovens, mostrando que não existe idade para a prática esportiva”, declara o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Bruno Sitima.  

Para finalizar, Cid afirma que em 2021, como está aposentado, poderá se dedicar ainda mais e que aguarda ansioso pelo calendário de novas competições. “Não foi um período fácil este tempo parado, muitas incertezas, angústias, não sabia como meu corpo reagiria em relação à memória muscular. Agora, sigo confiante para os próximos passos”.  (Foto: SCPMP)

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Integrantes da Federação Paranaense de Ciclismo visitam as obras do Complexo Esportivo de Pinhais

Publicado

em

Na segunda-feira (31), membros da Federação Paranaense de Ciclismo (FPC) visitaram as obras do Complexo Esportivo de Pinhais, que está sendo construído no bairro Maria Antonieta.

O grupo foi recepcionado pelos secretários municipais Bruno Sítima (Cultura, Esporte e Lazer) e José Martins (Desenvolvimento Econômico) que acompanharam os visitantes para conhecer o andamento das obras e abordar algumas questões técnicas do projeto.

O Complexo Esportivo de Pinhais terá 20 mil metros quadrados, e além da pista de ciclismo, o local terá uma quadra poliesportiva para modalidades de vôlei, basquete, handebol, com condições de receber competições individuais e eventos culturais e religiosos. O ginásio terá capacidade para 1,5 mil pessoas, e na parte externa, um campo de futebol e uma quadra de tênis. O local também será a nova sede da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer e a FPC foi convidada para transferir sua sede administrativa para o prédio do complexo esportivo.

A diretora técnica da Federação Paranaense de Ciclismo, Mônica Braga, esteve pela segunda vez em Pinhais acompanhando o andamento das obras e disse que a repercussão no meio esportivo está incrível e os objetivos futuros serão a formação de novos atletas. “Pinhais terá o primeiro velódromo coberto do Paraná. A repercussão desta obra no meio do ciclismo paranaense está sendo maravilhosa, pois todos estão ansiosos, afinal queremos estar aqui nos eventos nacionais, além de trazer eventos internacionais. Além de tudo isso, vejo a oportunidade dos ciclistas treinarem em Pinhais, para formarmos uma nova geração de pista”, afirmou a diretora.

Acompanhando o grupo da FPC, o assessor de arbitragem da Confederação Brasileira de Ciclismo e árbitro internacional, Iverson Ladewig, que trabalha com ciclismo há mais de 50 anos, disse que presenciou a construção do velódromo no Rio de Janeiro e vê a construção do Complexo Esportivo no município com um futuro promissor. “Eu fui delegado técnico da União Ciclista Internacional e acompanhei a construção do velódromo no Rio de Janeiro, em 2007, para os Jogos Panamericanos. Parabenizo a Prefeitura de Pinhais, pois terão grandes condições de fazer um belo trabalho em favor do esporte. Agora, vendo toda essa estrutura que está sendo construída, tenho certeza que o município fará um grande trabalho. Fico extremamente feliz com essa obra, pois vejo que podemos fazer muitos eventos, trabalhar para revelar talentos, contribuindo para a vida das crianças”, enfatizou o árbitro.

Ao final da visita, o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Bruno Sítima, disse que este foi um momento positivo, pois a federação tem interesse em dar apoio ao ciclismo, ajudando na questão da estrutura, logística e em termos técnicos, além de frisar que o complexo será um equipamento que trará diversos benefícios ao município. “Teremos uma estrutura que será apta para diversas competições e mais barata comparada a que tinha no Rio de Janeiro, com manutenção menor e pista e climatização diferentes. Nós teremos uma pista com condições de trazer as competições nacionais para Pinhais. Isso é maravilhoso para o esporte, e também para a cidade, pois reforça o nome do município, atrai turistas que vão conhecer aqui, consumir e visitar a nossa cidade” destacou o secretário. (Foto: Roberto Dziura/CPMP)

Continuar Lendo

Esportes

Com apoio do Estado, mais de 400 ginastas participam de treinamento com técnica búlgara

Publicado

em

O apoio do Governo do Estado, por meio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte (Proesporte), permite que mais de 400 ginastas rítmicas paranaenses tenham uma experiência valorosa para suas carreiras. Elas têm a oportunidade de aprimorar os movimentos corporais, misturando a arte, a música e a capacidade física, com a supervisão da treinadora búlgara Reny Karachomakova, cuja trajetória é marcada por medalhas olímpicas e mundiais.

A ação é promovida pela Federação Paranaense de Ginástica (FPRG), em parceria com o Proesporte. O objetivo é ajudar no desenvolvimento das ginastas para estarem nos próximos pódios de eventos nacionais e internacionais. O treinamento ocorreu neste mês de maio.

Doze ginastas selecionadas pela entidade, oito treinadores de seis clubes paranaenses e atletas convidadas do Clube Agir de Ginástica Rítmica participam do treinamento presencialmente, no Complexo Esportivo Tarumã, em Curitiba, sede da Superintendência Geral do Esporte. As atividades seguem rígidos protocolos sanitários, com as meninas testadas antecipadamente e mantidas em isolamento social durante o período do curso. As demais participam a distância, por meio de transmissões ao vivo das atividades com a treinadora.

EDITAL – Após estar no primeiro edital do Proesporte, em 2018, a Federação Paranaense de Ginástica se inscreveu na edição de 2019 para nova captação de recursos por meio do programa de incentivo. O projeto da entidade foi contemplado com R$ 169.915,00, tendo a Companhia Paranaense de Energia (Copel) como incentivadora.

O recurso possibilitou que fossem realizados esse Estágio de Treinamentos e Cursos Técnicos para as ginastas selecionadas pela entidade, os oito treinadores e as atletas convidadas, abrangendo, também, as participantes a distância.

A presidente da FPRG, Márcia Aversani, explica que foram selecionadas as melhores atletas paranaenses, que já conquistaram medalhas em campeonatos internacionais e também nos campeonato Brasileiro e Paranaense, além de integrarem a Seleção Brasileira em 2021.

REFERÊNCIA – Márcia lembra que o Leste Europeu é referência mundial na ginástica rítmica e que Reny Karachomakova, além de medalhas olímpicas e mundiais, treina diversas equipes búlgaras e ministra cursos por inúmeros países.

“O Brasil já aprendeu muito com os búlgaros. Toda vez que vem uma treinadora internacional, ou que a gente vai para uma competição, aprendemos com eles. O curso é esse momento do trabalho, de preparação da atleta”, ressalta Márcia.

DOIS MOMENTOS – O evento foi dividido em dois momentos. O primeiro chamado de estágio foi quando as ginastas rítmicas apresentam suas coreografias. A treinadora Reny auxilia nas correções de movimentos e no tempo, além da parte criativa, com novos elementos e ideias que ajudem a melhorar a apresentação.

Já a segunda etapa é o curso, em que Reny mostra técnicas para capacitação física – que pode ocorrer de forma presencial e remota. “A metodologia de Reny é muito boa para ensinar. As meninas que participaram presencialmente apresentaram suas coreografias e as que acompanharam de forma remota puderam conhecer mais do processo da preparação corporal para poder ter um desenvolvimento melhor em suas cooreográfias”, explica Márcia. Os recursos captados pelo Proesporte também possibilitaram a hospedagem e alimentação das atletas.

FERRAMENTA – Com a transmissão ao vivo, a FPRG conseguiu atingir mais regiões paranaense, simultaneamente. Se fosse apenas de forma presencial, seriam necessáios  dois a três eventos. Para a presidente da FPRG, a pandemia do novo coronavírus ajudou a todos usarem a forma online como uma poderosa ferramenta.

PARTICIPANTES – Entre as atletas selecionadas, estão Maria Eduarda Alexandre, Julia Kurunczi e Isadora Carnielli. O trio faz parte da Seleção Brasileira Juvenil Individual e estão se preparando para o Pan-Americano Juvenil, de 22 a 28 de junho, na cidade de Guatemala. A competição na América Central será classificatória para os Jogos Pan-Americanos Júnior, em novembro, em Cali, na Colômbia.
“Uma professora internacional pode ter mais experiência. Ela está ajudando com as nossas coreografias após mostrarmos no estágio. E também para podermos aprender técnicas internacionais”, destaca Maria Eduarda, que treina desde os oito anos e agora está com 14. Julia Kurunczi conta que Reny está ensinando técnicas internacionais, que está auxiliando no desenvolvimento das ginastas para o desafio de junho. (Foto: Paraná Esporte/AEN)

Continuar Lendo

Esportes

Semel de Pinhais retomará atividades presenciais em junho

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Pinhais (Semel) informa que retomará as atividades de forma presencial a partir de junho de 2021. Para o retorno, inúmeras medidas foram tomadas a fim de respeitar as determinações sanitárias vigentes e normativas do Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde. 

As matrículas serão realizadas a partir da próxima segunda-feira, dia 17 de maio. A Semel esclarece que neste período de pandemia, para respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações, a quantidade de alunos por turma e as grades horárias dos polos esportivos e culturais foram readequadas de acordo com cada espaço. 

“Sabemos da importância das atividades físicas para a população e seguiremos todas as recomendações para garantir a segurança dos participantes. Para evitar aglomerações, as matrículas dos alunos serão realizadas nos próprios polos onde serão disponibilizadas as turmas e em dias diferentes para cada modalidade. Solicitamos que apenas uma pessoa da família compareça para realizar as inscrições”, explica o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Bruno Sitima.

Os documentos necessários para as inscrições são: cópia do RG ou Certidão de Nascimento e CPF (caso tenha) do aluno e do responsável; cópia do comprovante de residência do responsável. A Semel informa que não serão realizadas cópias de documentos nos polos.

Confira as orientações para as matrículas:

– Cada aluno (a) poderá se inscrever em apenas uma modalidade/turma/oficina;

– Alunos (as) e/ou responsáveis deverão assinar um termo de responsabilidade disponibilizado pela Prefeitura de Pinhais;

– As inscrições não poderão ser realizadas por terceiros, salvo responsáveis legais;

– As inscrições serão limitadas de acordo com a ordem de chegada, respeitando a quantidade de vagas para cada turma;

– Não serão permitidas inscrições de alunos integrantes do grupo de risco (conforme lista abaixo), exceto os indivíduos que comprovem a aplicação das duas doses da vacina:

– cardiopatias graves ou descompensados (insuficiência cardíaca, cardiopatia isquêmica, arritmias); 

– pneumopatias graves ou descompensados (em uso de oxigênio domiciliar);

– asma moderada/grave;

– doença pulmonar obstrutiva crônica – DPOC;

– imunodepressão;

– doenças renais crônicas em estágio avançado (graus 3, 4 e 5);

– diabetes mellitus, conforme juízo clínico;

– obesidade mórbida (IMC maior ou igual a 40);

– doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica (ex.: Síndrome de Down);

– idade igual ou superior a sessenta (60) anos;

– gestação de alto risco, além de outras a serem definidas pelo Ministério da Saúde. 

Serviço

Clique no polo de seu interesse, verifique quais atividades estão disponíveis, datas de matrículas e a quantidade de vagas para cada turma. Se preferir, entre em contato por telefone:

Ginásio Poliesportivo Tancredo de Almeida Neves- (41) 3912-5250 

Ginásio Poliesportivo Jardim Perdizes- (41) 3912-5252 

Polo Esportivo e Cultural Pedro Arizona- (41) 3912-5788 

Centro Unificado das Artes e Esportes de Pinhais CEU- (41) 3912-5487

Centro de Iniciação ao Esporte CIE- (41) 3912-5492

Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann- (41) 3912-5241 

Escola de Dança- (41) 3912-5087

(Foto: ACPMP)

Continuar Lendo

Tendência