perfis de aluminio alupex pinhais

Turismo e Lazer

Parques com montanhas na RMC têm horários de funcionamento alterados

Publicado

em

Os Parques Estaduais de montanha Pico Paraná, Pico Marumbi e Serra da Baitaca, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), passam a ter horário de visitação alterados a partir deste final de semana por conta das práticas de montanhismo realizadas nos locais. A decisão foi oficializada nesta quinta-feira (13), pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest).

A orientação é que os montanhistas cheguem mais cedo nas unidades para a prática do esporte. Os horários limites de permanência nos locais devem ser respeitados. Nas demais Unidades de Conservação do Estado seguem as normativas de horário publicadas na Portaria nº IAT 006/21.

O Caminho do Itupava, atrativo do Parque Estadual Serra da Baitaca, permanece fechado para visitação devido a riscos de segurança encontradas na trilha e todas as Unidades fecham nas terças-feiras para manutenção.

Apesar do horário diferenciado, os parques continuam a seguir as normas regulamentadas na Portaria, com número reduzido de visitantes, medidas de segurança e distanciamento social. Acampamentos continuam proibidos e o acesso às unidades é permitido apenas pelas bases do IAT, mediante cadastro e contabilização de turistas.

Os parques estaduais estão munidos com estrutura de segurança para evitar a propagação do novo coronavírus. Além disso, os funcionários dispõem de protocolos de higiene para prevenir possíveis contágios. Visitantes serão identificados com pulseiras nas portarias, a fim de manter o controle de entrada nos parques.

“A pandemia ainda não acabou, então as pessoas que vão até esses parques para subir as montanhas devem verificar a possibilidade de carga e utilizar a pulseira de identificação entregue na portaria oficial. Ela será solicitada durante a fiscalização e é importante para o controle e segurança dos visitantes no interior das Unidades de Conservação”, afirma o diretor de Políticas Ambientais da Sedest, Rafael Andreguetto.

Confira as mudanças em cada um dos parques e atrativos

Parque Estadual Pico Paraná

Horário de entrada: a partir das 05h

Horário limite para subida: até às 15h

Horário limite de permanência na unidade: até 19h

Parque Estadual Serra da Baitaca

Horário de entrada: a partir das 05h

Horário limite para subida: até 18h

Horário limite de permanência na unidade: até 19h

Parque Estadual Pico Marumbi

Horário de entrada: a partir das 06h

Horário limite de subida para Salto dos Macacos e Conjunto Marumbi: 09h

Horário limite de subida para Conjunto Marumbi – trilhas leves: 12h

Horário limite de permanência Salto dos Macacos: 15h

Horário limite de permanência Conjunto Marumbi – todas as trilhas: 18h

(AEN/Foto: Harvey FS/IAP)

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo e Lazer

IAT autoriza reabertura de quatro Unidades de Conservação que permaneciam com restrições

Publicado

em

O Instituto Água e Terra (IAT) autorizou a reabertura de quatro Unidades de Conservação (Ucs), que ainda tinham restrições de visitação, para atividades individuais como caminhada, corrida e exercícios. Agora são 24 espaços abertos à visitação.

Com a Portaria número 313/2021, emitida pelo órgão, agora recebem visitantes o Parque Estadual de Ibiporã (Norte do Paraná); o Parque Estadual Mata São Francisco (Cornélio Procópio, Norte); o Parque Estadual de Campinhos (Tunas do Paraná, Região Metropolitana de Curitiba); e a Estação Ecológica do Caiuá (Diamante do Norte, Noroeste).

A Portaria também define o retorno de 100% da capacidade de visitação nos parques. De acordo com o documento, elas podem funcionar das 8 horas às 17 horas, porém os bebedouros permanecem interditados e continuam proibidos os acampamentos e fogueiras, e também o comércio nas dependências dos parques.

De acordo com o diretor de Políticas Ambientais da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e diretor do Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto, ainda é obrigatório o uso de máscaras por todos os frequentadores e colaboradores, e o limite de capacidade deve ser respeitado.

“A pandemia ainda exige cuidados e precisamos da colaboração de todos. Sabemos que há muita procura desses locais para lazer, especialmente durante um feriado prolongado, mas pedimos a compreensão para que o passeio seja feito com segurança”, disse. Além disso, ele reforça, é fundamental que os visitantes não ingressem nos parques por entradas clandestinas. “O acesso às nossas Unidades de Conservação deve ser feito somente pelas portarias oficiais”.

INTERDITADO  Apenas o Caminho do Itupava, atrativo do Parque Estadual Serra da Baitaca, permanece fechado para visitação devido às obras de reparos na trilha.

FERIADO – Durante o feriado prolongado, as Unidades de Conservação abrem todos os dias, até mesmo nas terças-feiras, em que normalmente ficam fechadas para manutenção. (Foto: Alessandro Vieira/SEDEST) AEN

Foto: Daniel Dalagassa

Continuar Lendo

Esportes

Amigos do Mountain Bike de Curitiba em QB

Publicado

em

Quatro Barras recebeu no domingo o grupo Amigos do Mountain Bike de Curitiba.  As belezas naturais da mata atlântica, ar puro e clima agradável, fizeram parte da paisagem do percurso percorrido pelo grupo que às 11h já tinha pedalado 45 quilômetros.

Após o registro seguiram pedalando rumo ao Morro do Anhangava!   

Foto: Face da Notícia

Continuar Lendo

Turismo e Lazer

Parques estaduais do Paraná ficam abertos durante feriado prolongado

Publicado

em

Durante o feriado prolongado do Dia da Independência, na próxima semana, todos os Parques Estaduais do Paraná permanecerão abertos para visitação. Apenas o Caminho do Itupava, atrativo do Parque Estadual Serra da Baitaca, permanece fechado para visitação devido às obras de reparos na trilha.

As Unidades de Conservação (UC’s) seguem a restrição de 50% da capacidade, em respeito às normas de prevenção da pandemia da Covid-19. Também é necessário manter os cuidados para evitar a proliferação do vírus, conforme a Portaria IAT nº 006/2021.

“É preciso que as pessoas que querem visitar os parques tomem os devidos cuidados, liguem para as unidades e verifiquem se a capacidade de carga não está atingida para garantir a segurança de todos”, explicou o diretor de Políticas Ambientais da Sedest e diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto.

O diretor alerta, ainda, sobre a entrada nas unidades, que deve ser feita apenas pela portaria oficial.

Nas terças-feiras, os Parques Estaduais normalmente fecham para manutenção, porém neste feriado eles funcionarão normalmente para atender o anseio dos turistas que procuram lazer na natureza.

CUIDADOS – Conforme a determinação da Portaria, é obrigatório o uso de máscaras por todos os frequentadores e colaboradores. Também são disponibilizados álcool em gel nas portarias e é preciso que a população respeite as regras de distanciamento social, proibição de acampamento e práticas esportivas. Os equipamentos de uso comum, como bebedouros, estão interditados e é proibido o comércio de alimentos dentro dos Parques.

Confira abaixo a lista de Unidades de Conservação com suas capacidades de visitação:

Parque Estadual Pico do Marumbi

50 visitantes/dia

Parque Estadual Rio da Onça

175 visitantes/dia

Parque Estadual Serra da Baitaca

116 visitantes/dia no Anhangava – 166/dia e 166 visitantes/dia no Pao de Loth

Parque Estadual do Monge

500 visitantes/dia

Parque Estadual de Vila Velha

407 visitantes/dia nos Arenitos; 159 visitantes/dia nas Furnas; e 279 visitantes/dia na Lagoa Dourada.

Parque Estadual do Cerrado Cerrado

20 visitantes/dia no Cerradinho; e 25 visitantes/dia no atrativo Cachoeira.

Parque Estadual do Guartelá

85 visitantes/dia no Mirante; 40 visitantes/dia na Cachoeira; e 40 visitantes/dia nas Formações Ruiniformes.

Parque Estadual de Ibicatu

175 visitantes/dia

Parque Estadual Pico do Paraná

100 visitantes/dia

Ilha do Mel (PE Ilha do Mel, ESEC Ilha do Mel e Áreas de Ocupação)

2.500 visitantes em pernoites + 1.500 visitantes/dia

Monumento Natural Salto São João

100 visitantes/dia

Foto: Pico do Paraná, Campina Grande do Sul

Foto: Denis Ferreira Netto

Continuar Lendo

Tendência