Social

Casa Encantada é reaberta com mais conforto e novidades

Publicado

em

001396665

00139663

Literatura

 

CURITIBA – A Casa Encantada, no Bosque Alemão, foi reaberta ao público na manhã desta sexta-feira (08), após uma reforma que promoveu melhorias na parte externa e interna. A programação também terá novidades a partir de agora. O espaço é conhecido como a Casa da Bruxa, em alusão às bruxas contadoras de histórias que apresentam adaptações da obra dos irmãos Grimm.

Também foi lançada nesta sexta a revista daCasa Encantada, um material divertido e didático que apresenta a história do espaço e das 12 bruxas que lá atuam.

Por mês, cerca de 1.500 pessoas frequentam o local, que ficou mais bonito e aconchegante para receber adultos e crianças. As obras foram executadas com recursos da Secretaria Municipal da Educação. Foi feita a substituição do assoalho de madeira, reforma dos banheiros, pintura e impermeabilização da casa, além da construção de um muro de arrimo.

Na parte interna a novidade são desenhos que fazem alusão às bruxas contadoras de histórias e à casa feita de doces do Conto de Fadas de João e Maria, dos irmãos Grimm.

A Casa Encantada é uma das 192 unidades que compõem a Rede Municipal de Bibliotecas Escolares. “É também um ponto turístico e cultural da cidade, que as famílias frequentam para ouvir ou ler histórias infantis. Além da contação de histórias feitas pelas bruxas, que são professoras da rede municipal de ensino com formação em literatura infantil, as pessoas podem manusear e ler os livros do acervo composto por aproximadamente 3 mil livros”, explica a secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.

O local também é conhecido por atrair crianças pequenas que vão até lá para entregar chupetas e mamadeiras para a bruxa. Todos os apetrechos infantis são colocados num caldeirão que reúne centenas de objetos. A entrega das chupetas e mamadeiras marca de uma forma lúdica um rito de passagem da vida das crianças, e, ao mesmo tempo, reforça elementos das histórias contadas na casa. Para chegar até a Casa Encantada é preciso percorrer uma trilha por dentro do bosque e acompanhar em totens de madeira a adaptação da historia de João e Maria.

Atrativa

No primeiro dia da nova fase, estudantes da Escola Municipal Mirazinha Braga acompanharam a contação das primeiras histórias, da nova fase da Casa Encantada. “Adoro esse lugar, que faz a gente viajar no tempo”, disse a estudante Emanuelle Soares, de 9 anos. Para Lorenzo Raein, com a reforma a casa ficou ainda mais atrativa. “É muito legal ouvir a bruxa contar a história aqui em uma casa no meio do bosque”, disse o menino.

O gerente da Rede de Bibliotecas Escolares, Marlon Terres, explica que junto com as melhorias arquitetônicas virá um novo repertório de histórias, que passa a incluir outros autores da literatura germânica, além dos Irmaõs Grimm. “O grupo de contadoras de histórias também se esmerou em novos figurinos e objetos usados nas histórias, como novas vassouras, animais peçonhentos e maquiagens coloridas e divertidas. Tudo pensado com atenção e carinho parasurpreender os visitantes”, diz Terres.

“Este é um espaço no qual podemos ouvir três tipos de histórias. A contada pelas bruxas, a dos imigrantes alemães que ajudaram a construir nossa cidade e as histórias da natureza, soprada pelos ventos, pelo canto dos pássaros, pelo barulho das árvores”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima, que acompanhou a reabertura do espaço.

Também participaram da cerimônia de reinauguração o cônsul honorário da Alemanha em Curitiba, Andreas Hoffrichter, a filha da escritora Mila Behrendt, autora da releitura da história João e Maria, Mildred Loreta Loenert.

Revista

Depois de ouvir histórias, cada visitante recebe agora um exemplar da revista que foi elaborada pela equipe de Difusão Cultural, da Secretaria Municipal da Educação, para divertir e incentivar nas crianças o gosto pela leitura.

São 20 páginas coloridas, com informações sobre o Bosque Alemão, a Casa Encantada, histórias e atividades lúdicas que mantém nas crianças a curiosidade e a fantasia vivenciados durante a visita na Casa Encantada. Os personagens que conduzem as histórias são as 12 Bruxas da Casa Encantada, ilustradas pelo coordenador do projeto EduCultura na Secretaria Municipal da Educação, Fulvio Pacheco.

Os textos têm a autoria de outra componente da equipe de Difusão Cultural, a professora de português Margarthe Fuchsque, que reescreveu contos clássicos e descreveu a lenda da criação da Poção Mágica usada pelas bruxas para permanecerem jovens. A história descreve o que acabou se tornando um ritual na Casa Encantada, a entrega de mamadeiras e chupetas pelas crianças Diz a lenda que o resto da saliva das crianças é um ingrediente especial para um creme especial usado pelas feiticeiras.

A Casa Encantada foi inaugurada em 29 de março de 1996. Localizada no Bosque Alemão, no Vista Alegre, fica ao fim da trilha do Caminho dos Contos. A trilha apresenta totens com azulejos gravados com versos e imagens da história de João e Maria, um dos mais populares contos da literatura infantil, escrito em 1812, pelos irmãos Grimm.

Casa Encantada

Aberta diariamente, das 9h às 17 horas. A Hora do Conto acontece nos fins de semana e feriados, às 11h, 14h e 16 horas. Agendamento para escolas pelo telefone 3568-1087, de terça a sexta-feira. Também pelo e-mail: fsbosquealemao@sme.curitiba.pr.gov.br  ( Foto: Valdecir Galor/SMCS)

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda de Eventos

Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta 9ª Sinfonia de Mahler

Publicado

em

A Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta neste domingo (15), às 10h30, a Sinfonia nº9, de Gustav Mahler (1860 – 1911). O espetáculo, sob a regência do maestro titular Stefan Geiger, será no Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão) com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

A apresentação faz parte da programação da Orquestra para 2018. A Sinfonia nº9 foi a última que o compositor completou. “Mahler era um pouco supersticioso”, diz Stefan Geiger. “Ele acreditava que não sobreviveria à sua nona sinfonia, assim como os grandes compositores não sobreviveram. Por isso só quando a concluiu que a chamou oficialmente de sinfonia”, acrescentou o maestro. Mahler morreu logo após completar a obra e não pôde ouvi-la ser executada pela primeira vez, em 1912.

Segundo Geiger, a obra é dividida em quatro partes, começando com um movimento rítmico hesitante que lembra batidas cardíacas. Ela evolui de forma grosseira para tons mais desafiadores e termina com um lento adagio. A Sinfonia nº9 é uma peça que conecta as composições, por muitas vezes trágicas, do romantismo do Século XIX às músicas inovadoras do modernismo do Século XX.

A interpretação mais comum da obra é que ela representa a despedida de Mahler de sua filha, Maria Anna, que morreu em 1907. “Eu tento não me influenciar muito por essas interpretações e busco focar mais nos aspectos musicais da obra”, diz o maestro. “Mas é preciso admitir, não importa quão racional você seja, você sente na música Mahler dizendo adeus para o mundo, é inacreditável. É essa sensação que queremos compartilhar com o nosso público”, afirma.

Para Stefan Geiger, apresentar essa obra de Mahler é reconhecer o progresso do trabalho dos músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná. “Nossa orquestra está finalmente com tamanha qualidade que podemos dar conta do alto nível que essa sinfonia demanda, tanto do trabalho conjunto como de cada músico. Estamos felizes em poder apresentar essa obra este ano”, acrescentou o maestro.

STEFAN GEIGER – É o maestro titular da Orquestra Sinfônica do Paraná desde 2016. Nascido na Alemanha em uma família de músicos, ele começou a estudar música com cinco ando de idade, aprendendo o piano, violino, bateria e trombone. Estudou em Colônia, Trossingern, Bremen, Paris, Filadélfia e foi premiado diversas vezes em concursos internacionais.

Há vários anos é convidado pela NDR Elbphilharmonie Orchester Hamburg para realizar, entre outras atividades, a direção de concertos acompanhados pela apresentação de filmes mudos. O público acolhe com grande entusiasmo filmes renomados como “O Artista”, “Ben Hur”, as comédias de Buster Keaton e dramas como o “Encouraçado Potemkin”, alguns apresentados no Teatro Guaíra.

GUSTAV MAHLER – Compositor austríaco do período romântico e um dos principais maestros de sua geração, Mahler nasceu judeu em circunstâncias humildes e, mais tarde, se converteu ao catolicismo. Compôs músicas que uniram a tradição austro-alemã do Século XIX com o modernismo do Século XX. Em vida, era reconhecido como um grande maestro e compositor, porém suas músicas foram proibidas na Europa durante a ocupação nazista até 1945. Quando suas composições foram redescobertas, Mahler passou a ser defendido por uma nova geração de ouvintes e se tornou um dos compositores mais executados e gravados até hoje.

Morreu em 1911 em Viena, após ter contraído uma infecção generalizada quando trabalhava como convidado com a Orquestra Filarmônica de Nova York.

SERVIÇO: Sinfonia nº9 de Mahler.

Data: 15 (domingo).

Horário: 10h30.

Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão) – Rua Cons. Laurindo, s/nº, Centro – Curitiba – Paraná.

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Foto: Kraw Penas/SEEC

Continuar Lendo

Cidades

A 53ª Festa da Uva de Colombo já tem Rainha e Princesas eleitas

Publicado

em

COLOMBO – Foi eleita na noite deste sábado, 14, a corte da tradicional Festa da Uva de Colombo 2016, que acontecerá entre os dias 28, 29, 30 e 31 de janeiro. Andriely Kariny Simão foi eleita a rainha da edição de 2016 do evento. Ela terá ao lado como princesas Débora Milani e Isabele Caroline Santos Soares da Silva. Já o título de miss simpatia ficou para a Jhenifer de Souza.

O anúncio aconteceu no Pavilhão de Eventos do Parque Municipal da Uva, em Colombo. No evento, as 19 candidatas, a soberana da tradicional festa desfilaram e foram avaliadas pelos sete jurados que compuseram a mesa julgadora.

O evento contou com a apresentação do jornalista Rodrigo Leite e da modelo Raphaela Lima e tiveram como apoio sete jurados para avaliar as 19 candidatas que ocuparam a passarela em três momentos. Também foram apresentados vídeos onde foi possível acompanhar a preparação das candidatas durante a semana.

Em seguida, retornaram à passarela para um novo desfile coletivo com vestidos sociais. A terceira etapa do concurso foi realizada por meio de um desfile individual quando cada candidata, ao final, respondia a uma das seis perguntas da organização que tratavam sobre a cultura italiana, o município de Colombo, a Festa da Uva, e o porquê ser Rainha da Festa da Uva. Ao final do concurso, a atual rainha que representou a festa em 2015, Ana Steff passou à coroa a rainha eleita, Andriely Kariny Simão.

Jurados

A mesa julgadora foi composta pelo secretário de Estado da Cultura do Paraná, João Luiz Fiani, a consultora de marketing da TV Band, Cássia Prado, a dupla sertaneja curitibana, Paulinho e Leandro, o produtor de vídeo, Carlos Tafarello, o diretor de Cultura de Pinhais, Laércio Sobral, e também pelo jornalista da Rádio Banda B, Geovane Barreiro. Os critérios para escolha foram estabelecidos de acordo com o regulamento do evento e da Comissão Organizadora da Festa da Uva.  Já a apresentação musical ficou por conta da dupla Guilherme e Luiz Fernando com a participação especial da dupla Paulinho e Leandro.

Autoridades presentes

Entre as autoridades presentes estavam: O vice-prefeito, Ademir Goulart; o secretário de Fazenda, Márcio Strapasson; o secretário de Comunicação Social, Amauri Cardozo; secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Antonio Ricardo Milgioransa; o secretário de Agricultura e Abastecimento, Márcio Toniolo; secretário de Obras e Viação, Agnaldo Santos; os vereadores, Sidinei Campos, Dolíria Strapasson, Pelé, Ratinho e Sérgio Pinheiro. E, também o superintendente da Colombo Previdência, Eliseu Ribeiro.

 

Fotos: Márcio Fausto/PMC

Continuar Lendo

Social

Restaurante Rural Sonho Encantado inaugura em Quatro Barras

Publicado

em

 

Quatro Barras tem uma nova opção em gastronomia rural, inaugurou no domingo (14), o Restaurante Rural Sonho Encantado na estrada da Graciosa em Quatro Barras, o evento contou com a presença de convidados e amigos. Quem compareceu, aprovou o cardápio. Para a entrada, mesa de frios, licor de morango e laranja (produção própria), Buffet de massas, porco a pururuca e acompanhamentos como o feijão tropeiro e sobremesas.

As anfitriãs Cyntia e Noeli Mocellin contam que o espaço foi construído com carinho pela família. “É uma empresa familiar, estamos muito felizes, tudo foi construído com muito trabalho e, para nós, é de uma importância porque sempre trabalhamos com alimentação e agora temos nosso próprio local, unimos o útil ao agradável, abrimos o restaurante no local onde moramos. Estamos cercados pela natureza, estamos compartilhando esse lugar maravilhoso com nossos clientes e tudo isso acompanhado de uma excelente gastronomia”, afirma.

As anfitriãs Cyntia e Noeli Mocellin

As anfitriãs Cyntia e Noeli Mocellin

A empresária explica que o cardápio estará disponível semanalmente na página no facebook: ruralsonhoencantado. “Estaremos disponibilizando o cardápio em nossa página. Teremos todas as semanas Buffet de massas acompanhado de um cardápio bem variado como,  Leitão a pururuca, barreado, feijoada e acompanhamentos, sempre baseados no rural, no caseirinho, fogão a lenha, massas artesanais feitas por nossa equipe, tudo preparado com muito carinho”, ressalta.

Em harmonia com a natureza

Cercada pela natureza, ar puro, mais que um restaurante, um local para apreciar a beleza da Serra e passar horas agradáveis com a família e amigos. Na área de lazer, o local oferece parque infantil, bosque com redes, quadra de futebol, de vôlei, açudes e muito mais.

Produtos coloniais

Quem quiser pode adquirir produtos coloniais como pães, geleia de morango orgânico, queijo colonial, biscoito caseiro, conservas, licor de morango e de laranja.

Atendimento

Atendimento aos sábados e domingos a partir das 11h. As reservas podem ser feitas pelos telefones: (41) 3672-2491/3672-1956/9118-6926

O Restaurante Rural Sonho Encantado faz parte do Roteiro Turístico Caminhos Históricos da Serra em Quatro Barras e está localizado na Travessa Cantareira, N0 550 (Segue pela Estrada da Graciosa sentido Morretes até a pedreira Basalto).

Da redação-Por Jane Rita/Fotos:Valdir Lentcsh/Facedanoticia

Foto V. Lentcsh-Facedanotícia1

Foto V. Lentcsh-Facedanotícia2 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia3 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia4 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia6 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia7 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia8 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia9 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia10 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia11 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia12 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia13 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia14 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia15 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia16 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia17 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia18 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia19 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia20 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia21 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia22 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia23 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia24 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia25 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia26 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia27 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia28 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia29 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia30 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia31 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia33 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia34 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia35 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia37 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia38 Foto V. Lentcsh-Facedanotícia336

 

 

Continuar Lendo

Tendência