Cotidiano

Feiras de Artesanato retomam as atividades com medidas de prevenção

Publicado

em

Nesta quinta-feira (4/6), as Feiras de Artesanato dos Bairros retomam o funcionamento presencial. As atividades haviam sido suspensas no dia 21 de março por causa da pandemia do novo coronavírus. Depois de muito estudo e planejamento retornam com novas medidas de segurança. A primeira feira a retomar as atividades é a do Portão.

“Estamos tomando todas as precauções para que o retorno aconteça de forma segura e para isso pedimos a colaboração dos artesãos e da população para que sigam todas as normas estabelecidas”, diz Tangrian Cunico Santos, Coordenadora das Feiras de Artesanato.

Ainda segundo a coordenadora, a participação dos artesãos ocorre de forma facultativa e neste primeiro momento nem todas as feiras voltam a funcionar. É o exemplo da tradicional Feirinha do Largo da Ordem, que permanece fechada, mas com vendas on-line pelo https://feiradolargo.curitiba.pr.gov.br
É importante também apoiar o movimento que ganhou força nos últimos meses, o de valorizar e comprar produtos do comércio local, auxiliando na manutenção dos negócios dos pequenos produtores, comerciantes e artesãos.

Feiras que voltam a funcionar

Portão
Local: Praça Desembargador Armando Carneiro / Terminal do Portão
Dia da semana: Quinta-feira
Horário: 10h às 17h
*retornam 7 dos 9 artesãos que participam da feira

Pinheirinho
Local: Rua da Cidadania Pinheirinho
Dia da semana: Sexta-feira
Horário: 10h às 17h
*retornam 5 dos 13 artesãos que participam da feira

Cajuru
Local: Rua da Cidadania do Cajuru
Dia da semana: Sexta-feira
Horário: 17h às 22h
*retornam 9 dos 15 artesãos que participam da feira

Água Verde
Local: Rua Professor Brasílio Ovídio da Costa
Dia da semana: Sábado
Horário: 9h às 15h
*retornam 7 dos 25 artesãos que participam da feira

Juvevê
Local: Rua Alberto Bolinger / Próximo ao Estádio Couto Pereira
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h
*retornam 18 dos 27 artesãos que participam da feira

Passeio Público
Local: Passeio Público
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h
*retornam 9 dos 30 artesãos que participam da feira

Hauer
Local: Rua Miguel Poholink / Passarela do Hauer
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h
*retornam 14 dos 15 artesãos que participam da feira

Sítio Cercado
Local: Rua Contenda / Próximo ao Terminal Sítio Cercado
Dia da semana: Sábado
Horário: 10h às 17h
*retornam 10 dos 20 artesãos que participam da feira

Santa Quitéria
Local: Praça Dr. Francisco Azevedo de Macedo
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h
*retornam 5 dos 12 artesãos que participam da feira

Tatuquara
Local: Av. Pero Vaz de Caminha / esquina com Rua Enette Dubard
Dia da semana: Sábado
Horário: 10h às 17h
*retornam 7 dos 8 artesãos que participam da feira

29 de Março
Local: Praça 29 de Março
Dia da semana: Domingo
Horário: 8h às 13h
*retornam 2 dos 12 artesãos que participam da feira

CIC
Local: Terminal CIC
Dia da semana: quarta-feira
Horário: 10h às 17h
*retornam 4 dos 10 artesãos que participam da feira

Feiras que permanecem fechadas
Boqueirão, Ucrânia, Fazendinha, República Argentina, Jardim Botânico e Bacacheri.

Quem vive do artesanato comemora o retorno
Assim como muitos curitibanos, Geison Bezerra, 35 anos, ficou sem saber o que fazer com o início do isolamento social, já que a única fonte de renda familiar havia sido comprometida. Artesão desde a adolescência, ele vive do artesanato há dez anos, produzindo artigos com pedras naturais.

O participante da Feira do Pinheirinho, do Passeio Público e do Largo da Ordem precisou se reinventar e o início das vendas on-line foi um suspiro e segundo Geison, uma ferramenta essencial para os dias de hoje.
“Assim que coloquei minhas peças na loja virtual dos artesãos da Prefeitura logo começou a dar retorno, em seguida criei também uma página no Instagram, mudamos a nossa rotina e os nossos planos”, conta o artesão.

Apesar do novo modelo de negócios on-line, Geison comemora o retorno das atividades presenciais e conta que essa é a melhor coisa que está acontecendo nesses últimos 75 dias em que está em isolamento social.
“Aos poucos o curitibano vai entender que o novo normal é assim, um pouco nas lojas virtuais e um pouco nas feiras presenciais. E com todas as medidas sanitárias, acredito que será muito bom mesmo”, comemora Geison Bezerra. Contatos: @gegeartelivre e https://feiradolargo.curitiba.pr.gov.br/geison-bezerra/842

Medidas de prevenção adotadas nas feiras
. A feira será considerada facultativa enquanto perdurar a Situação de Emergência no Município de Curitiba, considerada por Decreto Municipal
. Disponibilidade obrigatória de álcool gel 70% para o artesão e público em geral
. Evitar aglomerações de pessoas
. Será permitido apenas um artesão por barraca, respeitando a normativa de distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas e também nas filas do lado de fora, que deve ser organizada pelo artesão responsável pela barraca
. Uso obrigatório de máscaras de tecido
. Disponibilização de barracas de máscaras na feira
. Distanciamento entre as barracas seguirá croqui estabelecido pela coordenação
. Preferencialmente o material deverá ser embalado individualmente
. Barracas com alimentação gastronômica neste primeiro momento terão normas específicas.
. Presença continua de representante da Coordenação das Feiras de Arte e Artesanato/CTUR

**FIQUE EM CASA se você tem anemia, problemas respiratórios, é fumante, hipertenso, diabético, possui doença crônica ou tem mais de 60 anos.
Foto: Arquivo pessoal Geison Bezerra./Fonte: SCPMC

Continuar Lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Manhã gelada hoje em Quatro Barras

Publicado

em

Muito frio, 3 graus de temperatura e muita geada nesta sexta-feira (10) em Quatro Barras. Inverno promete…

Por Jane Rita Lentcsh/ Face da Notícia

Continuar Lendo

Cotidiano

Campina Grande do Sul sedia etapa da 29ª Gincana do Caminhoneiro

Publicado

em

Campina Grande do Sul receberá a 12ª etapa da temporada da Gincana do Caminhoneiro, maior ação itinerante das estradas brasileiras que conta com apoio da Polícia Rodoviária Federal – através da exibição do “Cinema Rodoviário”, com orientações de trânsito para prevenção de acidentes – do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – que irá oferecer atendimentos de saúde – e da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura. 

A etapa acontece no Posto Represa – no km 42 da BR 116 – , onde os caminhoneiros serão orientados sobre as condutas que devem ser adotadas no dia a dia da estrada, para evitar que se contaminem ou transmitam o Coronavírus. As informações incluem desde o uso de máscara e como lavá-las para desinfecção, passando pelo hábito de lavar sempre as mãos e usar álcool gel, até a importância da higienização da cabine do caminhão. Também serão realizados, gratuitamente, atendimentos de saúde, como testes de glicemia, aferição de pressão arterial e temperatura, orientações sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar obesidade, além da chance de colocar a vacinação em dia (de acordo com a disponibilidade da Secretaria de Saúde de cada município). Basta que façam sua inscrição e apresentem a CNH categorias C, D ou E.

A 29ª Gincana do Caminhoneiro  – que conta com o patrocínio dos Postos Petrobras e da IVECO –  levará ainda aos ‘heróis das estradas’ conteúdos técnicos sobre qualidade de produtos, combustíveis, frete, peças, por exemplo, que auxiliem a estarem mais capacitados diante dos novos desafios socioeconômicos.

E mantendo a tradição de ser um divisor de água na vida de alguns profissionais das estradas ao longo de suas 29 edições, a Gincana do Caminhoneiro também oferecerá a oportunidade de realizar o sonho de um deles, com a possibilidade de ganhar um caminhão IVECO Tector Zero Km. Para isso, o caminhoneiro terá que mostrar sua habilidade no volante no desafio do slalom (zigue-zague entre cones), driblando os obstáculos, como se estivesse desviando dos buracos na estrada, com o objetivo de não derrubar nenhum deles. Nesse momento, ao ir para a pista, o caminhoneiro recebe, na prática, instruções de como deve higienizar a cabine e pontos estratégicos do caminhão sujeitos à contaminação.

A temporada inclui 90 etapas classificatórias, cinco semifinais e uma grande final. A cada 18 etapas, acontece uma semifinal, com a participação de 18 melhores classificados. Desses 18, os cinco caminhoneiros que obtiverem os melhores tempos garantem vaga para a grande final, prevista para março de 2021, para disputar um caminhão zero km da linha IVECO Tector.

Embora o teste de habilidade seja gratuito, para conquistar sua oportunidade de ir para a grande final do evento e concorrer ao caminhão IVECO Tector zero km, o caminhoneiro precisa ter passado no atendimento de saúde do local e validar seu tempo. Para isso, basta apresentar um consumo de R$ 500 em combustível nos postos da Rede Siga Bem ou aquisição de créditos de mesmo valor no Cartão do Caminhoneiro Petrobras.

A comitiva – que está na estrada desde meados de junho, seguindo os mais rigorosos critérios de operação dentro do novo contexto social –  percorrerá, até março de 2021, mais de 27 mil km, com 90 paradas programadas, das quais seis acontecem neste mês  no Paraná, tendo como foco a saúde do caminhoneiro. Confira programação completa no site www.gincanadocaminhoneiro.com.br .

Sobre a IVECO

A IVECO projeta, fabrica e comercializa uma ampla gama de veículos comerciais leves, médios e pesados, caminhões fora-de-estrada e veículos para aplicações como missões off-road. O portfólio de produtos da montadora no Brasil inclui modelos das linhas Daily, Tector, Hi-Road e Hi-Way. A IVECO emprega cerca de 21 mil pessoas em todo o mundo. Gerencia locais de produção em sete países da Europa, Ásia, África, Oceania e América Latina, onde produz veículos com as mais avançadas tecnologias. 4.200 pontos de atendimento, em mais de 160 países, garantem o suporte técnico sempre que um veículo da IVECO está em operação.

Sobre a Rede Siga Bem

Exclusiva dos postos BR, a rede Siga Bem é composta atualmente por 103 postos rodoviários, espalhados pelas principais rodovias do Brasil, onde o caminhoneiro encontra “sua casa fora de casa”. Nessa rede de excelência, esses profissionais podem contar com uma estrutura de serviços dedicada às suas necessidades, com estacionamento, banheiros equipados com chuveiros, restaurante, lanchonete, borracharia, além de dispor do CTF-BR e do Cartão do Caminhoneiro Petrobras. (Por Núbia Boito – Lilás Comunicação)

 


A 12ª etapa da 29ª Gincana do Caminhoneiro acontece no Posto Represa – km 42 da BR 116 – nos dias 11 e 12 de julho,  das 8h às 18h. Para evitar aglomeração, haverá um limite seguro de participação para não formar filas. Isso pode fazer com que as inscrições sejam encerradas antecipadamente. (Fotos: Divulgação)

Continuar Lendo

Cotidiano

Uma pintura o amanhecer desta quinta-feira de inverno em Quatro Barras! Na vista, a serra com o Morro do Anhangava.

Publicado

em

Fique em casa. Se precisar sair, use máscara. 

Continuar Lendo

Tendência